"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

Vendo uma esperança concreta!

“O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz”. (Mateus 4.16 - Isaias 9.2)

Já passamos da metade do mês de Janeiro. Fenômenos os mais variados já nos deixaram pensativos ou preocupados. Choveu bastante. As previsões, se não todas, mas muitas,indicavam um período de pouca chuva. Escuto todo o mundo falando: se chover, tudo bem, mas que não dê temporal!. Aliás, circulando pelos bairros da cidade, eu vejo a reconstrução ainda presente daquilo que em julho passado, o tornado destruiu. Famílias reconstruindo, outras ainda esperando por promessas. Os acontecimentos na região serrana do Rio de Janeiro aguçam a nossa preocupação.
Como podemos nós hoje olhar para a frente? O que nos reserva o ano à nossa frente?
O texto bíblico acima aponta para uma virada de mesa. Quem estava afundado em trevas está perante o brilho da luz. Onde a sombra da morte sufocava qualquer esperança, já brilhou a luz da vida. As palavras são proféticas, e se cumprem em Jesus Cristo. Oito séculos antes, elas são proclamadas como uma realidade já presente. Não são verbos usados de forma errada, mas sim verdades concretas de Deus para o seu povo: “O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz”. Precisamos analisar os textos bíblicos no seu sentido gramatical real, dentro do contexto histórico em que foram ditos.
O povo de Israel vivia momentos difíceis. O brilho e esplendor desta nação, que antes dominava o mundo, estava há muito tempo sufocado pela realidade do desterro, da escravidão, da desesperança. E, para dentro desta realidade de sofrimento, ecoa a palavra divina. E ela aponta para aquele que Deus escolhera para virar a mesa, para mudar os fatos, o rumo e a expectativa de seu povo: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Principe da Paz”(Isaías 9.6).
A realidade material era apenas um “tipo” da situação espiritual. As trevas de uma situação de opressão, apontavam para a opressão maior, a do pecado, da descrença, e da desobediência ao Senhor da vida. E para esta situação, Jesus, prometido e anunciado, viria a ser a grande e única solução.
As nossas dificuldades no campo da vida meramente humana, também abrem nossos olhos para a nossa aflição espiritual. Em Jesus, ainda hoje as trevas se transformam em luz e o vale da sombra da morte se abre para a esperança da vida.
Como anunciado, Jesus faz a diferença. Não vivemos de prognósticos que o ser humano constrói para se iludir a si mesmo. Também não vivemos a partir de esperanças sem razão. Antes, com base no que o Deus do Natal nos promete e cumpriu, vivemos da esperança que é certa e concreta. Duma mudança total, das trevas para a luz, da região do medo da morte para a certeza brilhante da vida. Pense nisto. Abra os olhos. Você também pode ser, e ter um ano feliz!
Pastor Erni Krebs

ELE NOS ESCOLHE PORQUE NOS AMA. ELE NOS AMA PORQUE NOS ESCOLHE.

A Igreja inicia o tempo de Epifania. Epifania destaca que o Natal de Jesus é para todos, não somente os judeus. Isto nos demonstra a universalidade da graça de Deus. E prova disso é que ela chegou também a nós.
Nós também fomos escolhidos por Deus. E Deus se compraz, agrada, nos servos que ele escolhe.
JESUS É O SEU ESCOLHIDO.
O texto do Evangelho de Mateus nos mostra isto com clareza: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.(Mt 3.17), o que confirma a Profecia de Isaías: Eis aqui o meu servo, a quem sustenho; o meu escolhido, em quem a minha alma se compraz; (Is 42.1). Cabe lembrar que Deus quando anuncia o seu Filho, ele o chama de Servo. Ele veio para servir.
Nós hoje temos muita clareza no que diz respeito ao que Jesus veio fazer. Conhecemos as próprias palavras dele: “o Filho do homem, ... não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos”(Mt 20.28). Seu servir compreendia sujeitar-se à lei em nosso lugar e cumpri-la.
Assim, Jesus veio servir. Foi o Escolhido do Pai. A humanação de Jesus é uma obra completa, ou seja, toda ela faz parte do mesmo propósito.
Jesus, o servo escolhido e o prazer de seu Pai, faz tudo e se sujeita a tudo, por amor aos seus servos, que somos nós. Visando a sua, e a minha salvação, ele vai ao sacrifício. Ele não mede esforços.
JESUS ESCOLHE SERVOS DA PALAVRA
A obra de servo Jesus não acaba. Ele continua presente com a sua Igreja por meio de servos especiais que ele escolhe – os ministros seus. Conforme relato do Evangelista Lucas ele assegura: “Quem vos der ouvidos, ouve-me a mim; (Lc 10.16).
Muitas vezes nós os vemos como servos da Igreja, ou da congregação. Jesus mostra que, na verdade, são servos dele. Mais do que isso. O modelo deles não está neles, mas em Cristo que os chama e envia. E por isso, Deus, o Pai, tem neles igualmente o seu prazer.
O servir deles é por amor. Amor, que tem sua motivação e razão no amor de Cristo, o grande Servo.
PELO BATISMO DEUS PÕE SEU AMOR EM NÓS E NOS ESCOLHE.
A escolha de Deus, no entanto, vai além. Ele escolhe a todos nós.
Duas coisas importantes. Em primeiro lugar, a escolha nossa é motivada por seu amor. Sua obra salvadora tem sua razão de ser no amor que ele tem por nós. Porque ele nos ama, ele nos escolheu desde o principio. Em segundo lugar, porque ele nos escolheu, ele nos ama. E, em todos nós, ele sente o seu prazer.
No Batismo ele nos escolheu para sermos dele – sermos dele em seu serviço, para a sua glória.
COMO SERVOS, nós os escolhidos, amamos a Deus de todo o coração, alma e entendimento. Como servos também amamos o próximo como a nós mesmos. Amamos a Deus e amamos o próximo, não sem motivo, mas o fazemos porque ele nos amou primeiro.
Isto nos impõe sacrifícios, na nossa vida pessoal, familiar, congregacional, social, política. Estamos a serviço do Senhor. E Deus, a partir de sua escolha, tem o seu prazer em nós.
Epifania, lembra que também nós somos o seu povo escolhido.
E nessa escolha, como Jesus, como os Ministros da Palavra, também nós estamos a serviço.
Lembremos sempre: Deus nos escolheu porque nos ama. Mais do que isto, Deus nos ama porque nos escolheu. Assim somos servos dele.
Em você Deus tem seu prazer.
Pastor Erni Krebs

MEGA AMOR DA VIRADA

Mega Sena da virada. Você apostou? Nos últimos dias as filas se formaram nas casas lotéricas. Não eram filas de quem buscava o sustento e o que vestir para poder estar contente, conforme diz Jesus.

Está em jogo uma bolada de dinheiro que facilmente pode nos dar a impressão de que seja a resolução de todos nossos problemas. Facilmente pode nos dar a ideia de que pode nos comprar a felicidade.

Milhões de pessoas fazem as suas apostas na Mega Sena da Virada. A chance é de 1 em 50 milhões (acho que é isso). Enquanto isto, Deus em sua compaixão e misericórdia, continua chamando milhões para serem contemplados com o prêmio da vida, da felicidade, da salvação, do verdadeiro tesouro que somente um pode dar – Cristo Jesus, o Salvador nascido em Belém.

Mais um ano chega ao fim. Os dias passam depressa. O salmista [90.9] nos adverte: “os nossos dias passam como um breve pensamento.” Logo, logo, chegará o dia em que nada mais desta vida terrena terá sentido ou valor. Logo chegará o dia em que estaremos face a face diante do eterno Deus, e será decisivo termos sido contemplados pelo prêmio da salvação pela fé em Jesus.

Um prêmio que nos é dado por graça. Conquistado por Cristo Jesus, numa aposta de Deus, movido por seu grande amor. Mega amor da virada. Um amor que vira de direção o nosso viver.

Antes, andando longe de Deus. Agora, andando com Deus. Antes amontoando e buscando tesouros que traças e ferrugem e ladrões podem comer, corroer, roubar. Agora, acumulando tesouros celestiais.

Mais um ano chega ao fim. Ao olharmos para os nossos últimos 12 meses, como temos vivido, falado, pensado, agido? Como nos envolvemos na obra da igreja de Cristo? Quanto falamos de Jesus? Quanto ofertamos de nosso tempo, dons, bens para o trabalho do reino de Deus? Lemos a Bíblia, fomos ao culto, louvamos a nosso Deus como Deus esperava de seus filhos?

Sim, sinceramente precisamos confessar arrependidos: Tem compaixão de nós Senhor. Eu clamo pelo teu favor. Contrito está meu coração. Concede alívio, paz, perdão. (363 HL)

Meus irmãos, “conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza, vos tornásseis ricos.” 2 Co 8.9

Certos de que nada pode nos separar do amor de Deus - que está em Cristo Jesus, que nos contemplou com seu perdão - com confiança e movido pela força que Cristo me dá, queremos nos oferecer como sacrifício vivo ao nosso Senhor Jesus em 2011 e pelos resto dos nossos dias. (Rm 12.1)

Então, quer Jesus venha na segunda vigília, quer na terceira, sei que seremos bem-aventurados, pois, pela Palavra Viva de Deus habitando ricamente em nós, somos encontrados vigilantes. (Lc 12.35-40)

Assim, Deus em sua manifestação de graça e amor, se cingirá e nos dará lugar à mesa e, aproximando-se, nos servirá. (Lc 12.37) Tudo sem mérito ou dignidade de minha parte. Tudo por sua paterna e divina bondade e misericórdia. Por este prêmio precioso, devemos dar-lhe louvor, servi-lo e agradecê-lo. Já hoje, e por toda a eternidade.

Mega amor da virada. O apóstolo Paulo teve uma virada na sua vida. Não por ter apostado Mega Sena da virada e ter sido contemplado. A vida dele teve uma virada que lhe trouxe uma alegria completa, plena, além de toda dor ou tristeza que a sequência de anos vividos aqui trazem sobre todos nós. Ele foi contemplado pelo Mega Amor de Deus – revelado em Jesus Cristo.

Antes, Paulo perseguia os que estavam em Cristo e confessavam a Cristo. Agora, sofre toda e qualquer perseguição, e até mesmo a morte, pois está na certeza de que, em Cristo, Deus nos faz amigos dele, filhos dele, herdeiros da VIDA VERDADEIRA e alegres. Isto os anos não podem nos tirar, antes, a cada minuto que passa, temos a certeza que estamos mais pertos do LUCRO MAIOR, do prêmio completo – ESTAR COM DEUS FACE A FACE, livre de toda lágrima e dor.

Paulo vive na confiança divina e maravilhosa: “Quem poderá separar-nos do amor de Cristo? Porque eu estou certo de que nada poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Rm 8.31ss)

Na mídia está uma chamada que Diz: “Em 2011 todos os sonhos serão realidade.” Qual o seu sonho? Um ano livre de problemas?... Isaias nos adverte: “eles dizem: dizei-nos coisas aprazíveis, profetizai-nos ilusões”. Mas nós não queremos inverdades. As dificuldades e aflições certamente virão em 2010. Mas não precisamos temer: perto está o Jesus, nossa alegria.

Jesus disse: “Onde está o teu tesouro, ali estará o teu coração. Não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer e de vestir... vosso Pai sabe do que necessitais... Buscai, antes de tudo, o seu reino, e estas coisas [necessidades desta vida] vos serão acrescentadas. NÃO TEMAS, Ó PEQUENINO REBANHO; POQUE VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO.”

E então Jesus acrescenta uma recomendação para a vida do cristão, do seguidor de Jesus, válida para todas as épocas. Uma recomendação de vida para nós em 2011: “Cingido esteja o vosso corpo, e acesas as vossas lamparinas.” Um resumo da parábola das 10 virgens (Mt 25.1ss).

Cingido esteja – [no oriente as vestes longas impediam uma movimentação rápida. Para resolver isto era arrumado um cinto sobre os lombos, ajustando as vestes ao corpo na altura da cintura. Isto permitia a movimentação livre e rápida]

Aqui significa que os cristãos devem estar sempre andando com Deus, servindo a Deus, sem embaraços – tirar de entre as mãos e pés o que atrapalha servir no reino de Deus. Em 1 Pe 1.13s lemos: “cingindo o vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que vos está sendo trazida na revelação de Jesus Cristo... como filhos da obediência... tornai-vos santos em todo o vosso procedimento... portai-vos com temor [segundo Deus] durante o tempo da vossa peregrinação {nossa Pátria é celestial}... de sorte que a vossa fé e esperança estejam em Deus.”

Um congregado comentou: “Se eu ganhasse na Mega da Virada compraria um motorhome e contrataria um pastor e sairia fazendo missão.”

Que bom que a missão de Jesus não depende de Mega Sena da Virada. Depende do mega amor da virada. Um amor que vira – dá nova direção, novo sentido, nova prioridade em nossa vida.

Pelo mega amor de Jesus em nós, percebemos onde está o verdadeiro tesouro, o prêmio que vale a pena. Que lá esteja o nosso coração em 2011 e sempre. FELIZ ANO NOVO. Amém.
Pastor jnG