"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"
CHÁ DE ANIVERSÁRIO DO DEPARTAMENTO DE 
SERVAS CRISTO REDENTOR - 64 ANOS


DEUS#NO#COMANDO!


Estimados irmãos em Cristo. A frase acima, tem sido muito utilizada na internet por pessoas que a mencionam como se fosse um “mantra”, ou um lema de vida. Será mesmo que Deus sempre está no comando?
Diz a palavra de Deus em Provérbios 16.9: “O coração do homem traça o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos.” As palavras de Salomão são bastante profundas e precisam ser corretamente entendidas, pois, ao lidar com esta verdade, algumas ideias erradas podem surgir:
Uma delas é a tentação de pensar que Deus nos abandonou. Quando as coisas não acontecem como esperamos, acabamos tendo medo e o desespero bate a nossa porta. Traçamos metas, mas elas nem sempre são alcançadas.
Outra falsa ideia é a de pensar que somos meros “fantoches” nas mãos de Deus. Desta forma, o ser humano se isenta da culpa ao não conseguir alcançar o que deseja, e desloca a culpa para Deus, pois, afinal de contas, “Ele não quis” que algo acontecesse.
No entanto, cabe observar com mais carinho aquilo que Salomão escreveu.
Primeiro,  devemos lembrar que Deus foi generoso em nos dar aquilo que chamamos de livre-arbítrio, ou seja, a liberdade de podermos decidir sobre as coisas humanas e físicas que vivemos neste mundo. Temos a liberdade de ir e vir, de escolher quais roupas usar, qual caminho tomar.
Segundo, devemos lembrar que em última análise Deus não abandona os seus filhos ao léu. Ele segue conduzindo suas vidas, mesmo que estes o ignorem ou não desejem a sua condução, pois tudo o que existe neste mundo, e tudo o que possuímos e somos é dele.
Como congregação, também temos a expectativa de traçarmos objetivos e metas. Não esqueçamos nunca que o Senhor está no comando, desde que nos disponhamos a vivermos aquilo que Ele estabeleceu como o ideal. Ele nos conduz, sempre no objetivo de cumprirmos a sua vontade. Permitamos que Ele sempre nos conduza através de sua santa palavra.
Com carinho, Pastor Valdir.

73 ANOS DE BÊNÇÃOS


Um frequentador de igreja escreveu para o editor de um jornal e declarou que não fazia sentido ir aos cultos todos os domingos. “Eu tenho ido à igreja por 30 anos e durante este tempo devo ter ouvido uns 3.000 sermões. Mas, por minha vida, com exceção de um ou outro, eu não consigo lembrar da maioria deles… Assim, eu penso que estou perdendo meu tempo e os pastores também estão desperdiçando o tempo deles”.
Esta carta iniciou uma grande controvérsia na coluna “Cartas ao Editor”, para alegria do editor chefe do jornal, que recebeu diversas cartas, das quais, ele decidiu publicar esta resposta de um outro leitor:
“Eu estou casado há mais de 30 anos. Durante este tempo minha esposa deve ter cozinhado umas 3.000 refeições. Mas, por minha vida, com exceção de uma  ou outra, eu não consigo me lembrar da maioria delas, mas de uma coisa eu sei, todas elas me nutriram e me deram a força que eu precisava para fazer o meu trabalho. Se minha esposa não tivesse me dado estas refeições, eu e nossos filhos estaríamos desnutridos ou mortos. Da mesma maneira, se eu não tivesse ido à Igreja para alimentar minha alma e de minha família, estaríamos hoje em terríveis condições espirituais”.[i]
Querido povo de Deus, a Congregação Cristo Redentor está completando 73 anos de vida! São 73 anos de bênçãos, onde Deus utilizou-se desta congregação cristã para alimentar muitas ovelhas com os pastos verdejantes do evangelho. Muitos pastores passaram por ela, serviram com alegria, e Deus os utilizou como instrumento para pregarem Cristo para Todos. Nós, que hoje estamos a frente desta congregação cristã temos o privilégio de viver nossa fé luterana em seu meio e propagá-la através de nosso testemunho e ação cristãs. Lembremos mais um aniversário sob as palavras do salmista: “Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso, estamos alegres!” (Sl 126.3)
Com carinho, Pastor Valdir.



[i] http://www.sitedopastor.com.br/por-que-ir-a-igreja/

CARTA ABERTA DA IELB REFERENTE A PARADA LGBT EM SÃO PAULO


DOMINGOS APÓS PENTECOSTES



No calendário anual da igreja cristã, o período após Pentecostes encontra o seu lugar nos domingos que seguem após o dia de Pentecostes. Estes domingos, onde as igrejas cristãs tem a cor verde como predominante em seu altar e púlpitos, apontam para o crescimento da Igreja, pois, afinal de contas, na natureza este crescimento é visível, e assim, também a palavra de Deus alcança as pessoas fazendo com que o Reino de Deus cresça mais e mais. Este crescimento é notório e aos poucos vai se solidificando na medida em que o Espírito Santo, enviado por Jesus, leva a cabo sua obra de santificação. Lembrando as palavras de João Batista: "Convém que ele cresça e que eu diminua", este tempo pós Pentecostes é um tempo onde somos desafiados a permitir que o Reino de Deus siga crescendo a revelia do que pensamos ou queremos como ideal. A obra de Deus não está presa aos nossos desígnios, ela acontece conforme sua vontade. Por isso, vivamos este período na certeza de um Deus que permite e concede crescimento a sua igreja no mundo, afim de que esta possa sempre apontar para sua maravilhosa graça revelada em seu Filho Jesus Cristo.
Com carinho, pastor Valdir