"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

"O ZAP ZAP DE DEUS!"



Queridos amigos em Cristo Jesus.
Sempre fui muito resistente a novas tecnologias. Enquanto determinado equipamento ainda tem sua função e pode cumprir bem o seu papel, procuro fazer um consumo consciente do mesmo, literalmente, "usando até acabar"! Por exemplo, meu aparelho celular, tinha mais de 10 anos de vida, e agora começara a dar sinais de desgaste. Não queria me desfazer dele, porém, devido a evolução da comunicação na telefonia e internet, e necessidade de melhorar a comunicação com a congregação, me vi obrigado a adquirir um telefone celular com o tão falado whatsapp. É impressionante a agilidade deste programa, onde as pessoas literalmente vêem os recados e enviam arquivos numa velocidade surpreendente. Confesso que estou boquiaberto com esta tecnologia, mesmo sabendo que logo ali adiante ela será superada por uma mais nova. Eu costumava brincar com meus jovens que em breve daria um jeito de entrar no tal do "zap-zap"! Agora, de fato, mergulhei na nova tecnologia. 
Aproveitando esta analogia, é bom lembrar sempre que Deus tem uma tecnologia antiga, mas muito mais eficiente do que qualquer aparelho ou sistema que o ser humano invente. A oração é um instrumento muito mais eficaz do que o tal "zap-zap"! Não é a toa que o apóstolo Tiago declarou: "A oração de uma pessoa obediente a Deus tem muito poder". (Tiago 5.16)
Bom é sabermos que o "zap-zap" de Deus bem mais eficiente! Ele nos ouve, e nos responde a seu tempo e a seu modo. Confiemos sempre no seu amor incondicional e façamos uso da oração que rapidamente chega a Deus!
Com carinho, Pastor Valdir.

O VERDADEIRO PASTOR CUIDA DE NÓS



O texto de Marcos 6.30-44 nos conta a história da primeira multiplicação de pães e peixes feita por Jesus. Ao deparar-se com o povo que o procurara, o texto nos narra: “Ao desembarcar, viu Jesus uma grande multidão e compadeceu-se deles, porque eram como ovelhas que não tem pastor. E passou a ensinar-lhes muitas coisas.” (Mc 6.34) Aquelas pessoas reconheceram em Jesus o seu Pastor. Elas ouviram sua voz e passaram a segui-lo, e dele não se afastavam, nem para comer, como nos conta o texto. Esta situação lembra uma pequena história.
Um viajante, quando passava próximo de um riacho, notou a presença de um pastor e um rebanho de ovelhas. Enquanto observava as ovelhas bebendo água, notou que outro rebanho aproximou-se, e em seguida um terceiro, com seus respectivos pastores. As ovelhas se misturaram a ponto de transformarem-se em um só rebanho. "Agora eu quero ver o que os pastores farão para separar seus rebanhos", pensava o viajante, que se preparou para assistir à confusão. Enquanto as ovelhas bebiam água e pastavam pela redondeza, os pastores aguardavam-nas conversando. Quando che­gou o momento de ir embora, aquele que estava há mais tem­po chamou suas ovelhas. Todas as que faziam parte de seu rebanho levantaram a cabeça e foram saindo, uma a uma, se­guindo aquele pastor. "Bem, parece que deu certo, mas ainda restam dois rebanhos misturados. Vamos esperar para ver o que acontecerá", pensava o viajante, na expectativa de ver uma tremenda confusão de ovelhas batendo cabeças e pastores malucos cercando e tentando separá-las. Entretanto, minutos depois, o segundo pastor despediu-se do colega e deu voz de comando, convocando suas ovelhas. Todas que pertenciam ao seu rebanho levantaram a cabeça e seguiram o pastor. Assim, restou apenas o último rebanho, que concluiu o desaponta­mento do viajante.[i]
As ovelhas conhecem a voz do seu pastor, bem como o pastor conhece as suas ovelhas. Que bom sabermos que nosso pastor nos ouve! Que privilégio atender ao seu chamado em nossas vidas! Continuemos nós, firmes, sendo pastoreados pelo bom pastor Jesus. Ele cuida de nós em seu amor e misericórdia revelados na cruz. Desta maneira, estaremos sempre seguros de sua condução e companhia. Amém.
Com carinho, Pastor Valdir.



[i] https://portalrevelacao.com/minha-biblia/ilustracoes/671-ilustracoes-biblicas-voz-do-pastor-ovelha

A ALEGRIA DE SER IGREJA!




Durante as duas últimas semanas, tivemos a grata oportunidade de participarmos de um curso de aperfeiçoamento e também do Simpósio Internacional de Lutero, ambos em nosso Seminário em São Leopoldo. Foram ricos momentos onde tivemos oportunidade de convívio com outros colegas pastores não só do Brasil, mas também de outros países. Dentre tantos, dialogamos com o Bispo Presidente da Igreja Luterana em Angola, Benjamim Nzuzi Mavungo. Angola é um país que se localiza na Costa Ocidental da África, e por ter sido uma colônia pertencente a Portugal, é um país de língua portuguesa. Foi comovente ouvir do pastor Benjamin, que após 17 anos de nossa igreja luterana em Angola, somente agora ela foi reconhecida oficialmente em solo angolano. Lidando com muitas dificuldades, mas com alegria, aquela igreja conta hoje com seminaristas que estudam e se preparam para conduzir congregações naquele país. Essa conversa fez lembrar a narrativa do livro de Atos dos Apóstolos 2.46,48: “Diariamente perseveravam unânimes... louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.” (At 2.47) A perseverança dos luteranos em Angola, permitiu que não só obtivessem o reconhecimento como igreja, mas também a oportunidade de testemunhar a nação angolana a respeito da salvação em Cristo Jesus, bem como despertar vocações ao ministério pastoral.
Nós, que já somos uma igreja estabelecida, uma congregação bem firmada, temos diante de nós intensos desafios, e não podemos deixar de cumprir com nossa missão. Portanto, lembremos daquilo que Deus já fez por nós, e nos disponhamos sempre a “levar Cristo para Todos”, cumprindo com os desafios que Deus coloca diante de nós. Conservemos conosco a alegria de sermos igreja, pois através dela, Deus nos coroa de bênçãos sem fim.

              Com carinho, Pastor Valdir.

64 Anos das Servas da Cristo Redentor!


64 Anos das Servas da Cristo Redentor!
“A mulher sábia edifica a sua casa...” (Pv 14.1)
Estimados irmãos e irmãs. As palavras de Salomão ao falar da mulher sábia, são de extremo valor. A grande pergunta é: como a mulher alcança sabedoria, e como edificar (construir) a casa? Salomão preocupou-se em dar respostas. A mulher alcança a sabedoria somente em Deus: “ O Senhor me criou (a sabedoria) antes de tudo, antes de suas obras mais antigas.” (Pv 8.22)
A mulher somente pode edificar a casa na medida em que tem as condições ideais e básicas para fazê-lo: “ Não construa a sua casa, nem forme o seu lar até que as suas plantações estejam prontas e você esteja certo de que pode ganhar a vida.” (Pv 24.27) Em resumo, a mulher sábia edifica sua casa, na medida em que se fortalece na palavra de Deus , e procura esforçar-se pelas condições necessárias para manter um lar.
Celebramos no dia de ontem, com um delicioso chá, mais um aniversário do departamento de servas de nossa congregação.
Felizes estamos porque Deus tem dado sabedoria e força às mulheres de nosso departamento. A elas, dedicamos palavras de encorajamento proferida por Salomão: “Dêem a elas o que merecem por tudo o que fazem, e que sejam elogiadas por todos.” (Pv 31.31)
Parabéns Servas da Celcr!

Com carinho, Pastor Valdir.

Carta de nossa IELB sobre a união de pessoas do mesmo sexo.


Porto Alegre, RS, 01 de julho de 2015.

Prezados irmãos e irmãs.
As redes sociais têm falado muito sobre a decisão da Suprema Corte americana, legalizando o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo em todo o país. Paralelo a isso, movimentos dos grupos LGBT têm se manifestado em nosso Brasil. Em meio a tudo isso, apareceu o nome “luteranos” apoiando o casamento de pessoas do mesmo sexo. De fato, o nome “luterano” não é exclusividade da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB). Vários grupos têm se identificado como “luteranos”. Isso não quer dizer que todos aqueles que usam esse nome têm as mesmas convicções, o mesmo ensinamento e professam a mesma fé.
A IELB é contrária à homofobia, à heterofobia e a todo tipo de preconceito. Deus ama o pecador e o ama de tal maneira que, por causa dele, enviou o seu Filho Jesus Cristo ao mundo, para que se arrependendo dos pecados e crendo nele, tenha a sua vida restaurada e seja salvo. É nesse sentido que nós, firmados e fundamentados na Bíblia Sagrada, continuamos ensinando, defendendo e praticando o matrimônio entre um homem e uma mulher, conforme nos diz Gênesis 2.24: “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”. Essas palavras são repetidas e reforçadas por Jesus no Novo Testamento, em Mateus 19.1-9 e Marcos 10.1-12. Essa união tem seu fundamento e base na própria criação de Deus, conforme Gênesis 1.27: “...homem e mulher os criou”, e conclui em Gênesis 1.31: “Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom.” A obra de Deus foi perfeita e foi criada para alegria e felicidade da sua criatura.
Então, por que a IELB não aprova o casamento entre pessoas do mesmo sexo? Porque Deus os fez
homem e mulher, e assim os criou para se completarem e realizarem o plano divino da criação. Agir de forma diferente é ir contra a criação perfeita de Deus, é ignorar os desígnios de Deus, é desprezar o seu conhecimento, conforme ele afirma em Romanos 1.18-32: “...as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens têm deixado o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sexualidade, cometendo torpeza, homem com homem, ...”. Em 1 Coríntios 6.9 e 10, fala claramente que as pessoas que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus. Por isso, quando perguntados a respeito, apenas respondemos: “Não aceitamos o casamento entre pessoas do mesmo sexo porque é contrário à vontade de Deus”. Por isso, querida Igreja, busquemos a ajuda de Deus para permanecermos sempre firmes e fiéis aos princípios da Palavra de Deus. Não nos deixemos levar por vãs filosofias e ideologias humanas, mas, sigamos o conselho do apóstolo Paulo ao jovem pastor Timóteo, em 2 Timóteo 4.1-5: “Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em todas as cousas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério.”
Que o Espírito Santo nos capacite e fortaleça a vivermos e anunciarmos, sempre com amor, o que Deus tem feito, em sua graça, por todos os pecadores.

Rev. Egon Kopereck
Presidente da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB)

http://www.ielb.org.br/noticias/carta+sobre+a+uniao+de+pessoas+do+mesmo+sexo+cod+2377--