"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

JESUS UNE A DIREITA E A ESQUERDA

“Juntamos a direita e a esquerda, quando oramos, porque Jesus é tudo em todos.”[i] Esta frase dita por um pastor de nossa igreja, sem dúvida alguma é um belo resumo da sua obra na cruz do Calvário. Suas mãos, separadas por causa do pecado, pregadas em uma cruz, estavam unidas espiritualmente quando orou por todos aqueles que o crucificavam declarando: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.” (Lc 23.34). Ao declarar “Está consumado.” (Jo 19.30) aquela oração de Jesus estendia-se a toda a humanidade pecadora, mudando sua perspectiva de futuro, de um estado de desespero, miséria, escuridão do pecado, para um estado de alegria, regozijo, esperança e certeza da salvação eterna. Esta conquista do Salvador conduziu, conduz e conduzirá a muitos cristãos até o fim dos tempos, pois o Salvador cumpriu o plano de Deus!
Também na nossa realidade atual, Jesus une a direita e a esquerda! Sim, ao olharmos a situação de nosso país, infelizmente não temos muito o que comemorar. Direita e esquerda tem se digladiado diariamente, seja através de manifestações e protestos, ou através das vias judiciais. Aliás, os últimos acontecimentos, os debates, as discussões, tem gerado até mesmo o rompimento de amizades por causa da crença política de cada um, limitando o debate e fazendo com que grandes traumas tenham surgido, mesmo dentro das famílias.
É bom lembrar, que também nestes tempos difíceis, Jesus está disposto a unir a “direita” e a “esquerda”, pois seus sacrifício redentor vale para todos aqueles que nele creem, independente do lado no qual estejam. Ele está disposto a unir a direita e a esquerda motivando-nos a orarmos pelo nosso país que tanto precisa de nós. Ele está disposto a unir a direita e a esquerda a fim de que lutemos pelo bem da nação, firmados na fé depositada única e exclusivamente nele. Aliás, esta é a crença mais importante de todas, não é aquela fixada a partidos, instituições ou pessoas, mas aquela fé que se apoia única e exclusivamente nos méritos do Salvador Jesus, aquele que é o único que tem poder para unir a direita e a esquerda.
Uma feliz e abençoado tempo Pascal a todos, com Jesus Cristo no coração, e oremos pelo nosso país!
Com carinho, Pastor Valdir.



[i] Pastor Mario Rafael Fukue – Interlagos – São Paulo.

O CONSOLO QUE VEM DO SENHOR!



Isaías é um dos maiores profetas do Antigo Testamento. Filho de Amoz, viveu sua atividade profética na Judéia a partir do ano 738 a.C. quando da morte do Rei Uzias. A esposa de Isaías era conhecida por “a profetisa”, talvez por ser esposa de um profeta. Tinha dois filhos, e provavelmente era um homem muito influente na sociedade de então, pois convivia com a corte real e intervinha em assuntos do estado. Em sua época, ele convivia com muito problemas, os quais hoje, nós, convivemos. Estamos passando por uma situação crítica, seja na área social com a criminalidade e miséria aumentando, seja na área política onde não sabemos mais em quem confiar pois a ética e a cidadania ficaram de lado. Pois Isaías, tem uma mensagem muito bonita a nos trazer, a mensagem de que o consolo verdadeiro vem somente do Senhor Deus!Diz o profeta: “Graças te dou, ó Senhor, porque, ainda que te iraste contra mim, a tua ira se retirou, e tu me consolas.” (Is 12.1) Quando vê o pecador arrependido e confiante na obra de seu Filho Jesus, Deus se apressa em retirar a sua ira de sobre seus filhos e se apressa em acolhe-los e consolá-los diante das dificuldades da vida. Isaías sabia bem desta realidade ao declarar: “Eis que Deus é a minha salvação; confiarei e não temerei, porque o Senhor Deus é a minha força e o meu cântico; ele se tornou a minha salvação.” (Is 12.2) Deus não abandona seus filhos no pecado, mas quer estar lá, presente, quer receber o pecador, comer com ele  e quer dar por achado o que estava perdido. Isso dá motivo para alegria e agradecimento constantes.  Na época, essa compreensão não foi muito bem aceita. Aliás, quando Jesus veio, muitos viram sua chegada como a oportunidade de empunhar armas e lutar contra o domínio romano. Deus não vem socorrer seus filhos encaminhando-os ao conflito armado, mas sim, a paz de coração!
Estimados em Cristo Jesus. Vivemos tempos em que a palavra consolo parece ter sido apagada de nossos vocabulários. Vivemos um tempo em que a palavra consolo não encontra mais espaço na vida do ser humano que busca mais seus próprios interesses. Ao ver que não consegue alcança-los, entra em desespero e aí lembra desta palavra especial. O profeta da consolação, Isaías, nos coloca numa outra dimensão cristã. Ele retira a atenção de cima do ser humano, e aponta para aquele que realmente consola, Deus! Apesar de sua ira, o Senhor nos consola ao ver nosso sincero arrependimento. O profeta da consolação, Isaías, aponta para aquele que realmente salva, o Senhor Jesus! O profeta da consolação, em mais uma quaresma sinaliza a importância de que apontemos também para aquele que consola!
Possamos nós, sermos consolados, e também consolarmos na medida do possível, apontando para aquele que realmente faz a diferença, o Salvador Jesus Cristo. Que assim seja, amém.

A EDIFICAÇÃO E PROTEÇÃO DE DEUS!



Os últimos dias tem sido turbulentos em nosso país. Não bastasse o valor exorbitante do dólar com a desvalorização de nossa moeda, a suba dos combustíveis, além da carestia nos alimentos e outros itens de nossa cesta básica, vemos uma turbulência muito grande no cenário político com a deflagração da 24ª fase da operação lava-jato e a menção do nome do ex-presidente Lula que foi intimado a depor. Nosso país vive uma situação caótica em todos os sentidos. Há uma crise de credibilidade muito grande que resulta numa falta de confiança tremenda, tanto interna como externamente, pois muitos investidores estão deixando de trazer seus recursos para cá, gerando um cenário econômico cada vez mais delicado.
O rei Salomão, do alto de sua sabedoria, nos traz um conselho muito importante. Ele declara: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.” (Sl 127.1) Em outras palavras, de nada valem os projetos e esforços humanos, se Deus não fizer com que prosperem. Este conselho, parece não ser muito ouvido em tempos atuais. Nosso país vive uma série crise, é verdade! Mais do que política, econômica ou de qualquer outra ordem, vive-se uma grande crise espiritual. Abalado pelo pecado, o povo brasileiro, como toda humanidade, tenta se reerguer pelos seus próprios esforços! Porém, sabemos pela palavra de Deus, que aquilo que Salomão declarou é a mais pura verdade! Qualquer esforço humano é vão, na medida em que Deus é colocado em segundo plano. Eis aí a ocasião para que nós cristãos oremos pelo nosso país e trabalhemos com fidelidade, vivendo nossa cidadania segundo a vontade de Deus, para o crescimento do Brasil. Oremos para que Deus edifique e proteja o povo brasileiro em momento tão difícil em sua história restabelecendo a ordem, punindo os culpados, e descortinando um futuro mais promissor para nosso país.
ORAÇÃO: Amado e misericordioso Deus, tu que sempre estás ao lado de teu povo, olha com carinho pela nossa nação. Abençoa nosso país, para que o caminho da ética e da verdade, pautados pela tua justiça seja devidamente percorrido. Faze-nos aproveitar este momento para falar de teu amor, e vive-lo a cada dia para testemunho de muitos, lembrando que és tu quem nos edifica e protege. Em nome de Jesus. Amém.
Com carinho, Pastor Valdir.