"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

A LUZ GRATUITA!


Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus. Após sucessivos aumentos na energia elétrica, aumento por causa da seca no sudeste, agora seremos brindados com uma conta de luz mais cara!!!! Segundo o que foi noticiado, será necessário um “acerto de contas” entre governo e concessionárias de energia determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica na última terça-feira por causa de investimentos que estas concessionárias fizeram na rede de energia elétrica. O repasse terá início em julho, estendendo-se por oito anos. Durante este período a indenização será repassada em forma de custo de transmissão às distribuidoras e rateada pelos consumidores. Como sempre, nós é que pagamos a conta!
Não é o que acontece quando olhamos para o que Deus fez em nosso favor. Cristo literalmente pagou a nossa conta! O apóstolo Pedro é corretíssimo ao destacar: “...carregando ele (Jesus) mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; ” (1Pe 2.24) Jesus pagou a nossa conta! Por causa da fé nele passamos de devedores a pagadores, não por mérito nosso, mas por causa de sua obra de cruz.
Neste domingo estamos lembrando a Transfiguração de Jesus! Diante de Moisés, Elias e os discípulos, é transfigurado, ou seja, seu rosto brilha como o sol e suas vestes resplandecem como a luz! Ali, pôde-se contemplar um pouco da majestade divina e vislumbrar “um pedacinho do céu”! Através de Jesus, Deus apresenta um futuro promissor à humanidade pecadora. Pela fé em seu Filho Jesus, a luz, chegamos a salvação eterna, passamos da morte para a vida, do desespero para a felicidade.
Como é consolador sabermos que a luz que emana do Salvador Jesus Cristo brilha sobre nós de forma gratuita, para que nós, também reflitamos sua luz testemunhando de seu amor ao mundo! Que possamos viver esta perspectiva em mais uma Quaresma que se apresenta.

Com carinho, Pastor Valdir Lopes Junior.

BEM-AVENTURADOS OS QUE ANDAM NA LEI DO SENHOR!

O doutor Dráuzio Varella, que semanalmente é requisitado no programa do fantástico, escreveu um texto muito interessante alguns dias atrás a respeito das modas que vem e vão na área da alimentação. Ele declara que nunca existiram tantos modismos na dieta. Dieta sem glúten, sem lactose, sem gordura, sem carboidratos, sem nada que venha dos animais e até dietas sem alimentos que contenham DNA, pedras, talvez, ironiza ele. A partir de então ele descreve a história do ser humano desde os tempos de escassez de alimentos, coisa comum no século passado, até a fartura de nossos dias, embora saibamos que existe fome no mundo. Todos os dias vemos textos que condenam ou exaltam determinados alimentos. Diante desta confusão Drauzio encerra o texto dizendo:

“Perdido na selva de informações desencontradas, o que você deve fazer, leitor? Coma frutas, saladas e verduras com liberalidade; do resto, de tudo um pouco. Procure comer o que sua avó considerava comida.” (http://www.beefpoint.com.br/cadeia-produtiva/espaco-aberto/gluten-lactose-e-outras-modas-por-drauzio-varella/)

Uma selva de informações desencontradas. Este seria um belo resumo daquilo que é o ser humano. Segundo seus instintos, segundo sua própria lei, ele cria toda espécie de informação desencontrada.
É por isso que o salmista declara: “Bem-aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na lei do SENHOR. Bem-aventurados os que guardam as suas prescrições e o buscam de todo o coraçao;” (Sl 119.2)
Apesar do peso do pecado, apesar das tribulações da vida, apesar dos sofrimentos que enfrentamos, somos bem-aventurados sim, por andarmos na lei do Senhor. Se andássemos segundo nossos próprios instintos, os modismos tomariam conta de nós. Viveríamos cambaleantes, batendo de porta em porta, procurando soluções para problemas que o Salvador Jesus Cristo com sua morte e ressurreição já resolveu. Em um novo ano que se inicia, Deus nos aguarda de braços abertos, afim de nos orientar os passos, através de sua lei, com o propósito de saborearmos o mais profundo e doce evangelho, que nos lembra de tudo o que Ele já fez e faz por cada um de nós! Que o Senhor Todo-poderoso nos abençoe! Amém.
Com carinho, Pastor Valdir.

A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO!

A volta das férias sempre é algo que desperta os mais diferentes sentimentos. Alguns lamentam pelo fim do descanso, outros alegram-se pela volta da rotina. O filósofo e escritor Voltaire declarou a seguinte frase: O trabalho afasta de nós três grandes males: o tédio, o vício e a necessidade.” Você concorda com esta frase?
A Bíblia apresenta o tema “trabalho” sempre de um ponto de vista positivo para o ser humano. Esta maneira de ver o trabalho é consequência da verdade de que quem criou o trabalho foi o próprio Deus. Em Gênesis 1.28 Deus declara: “Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.” Em outras palavras, Deus deu aos seres humanos o trabalho de cuidar da terra que criara.
Infelizmente, por causa do pecado, o trabalho nem sempre tem sido visto de forma positiva. Frequentemente se vê pessoas reclamando do fim das férias, ou clamando pela sexta-feira, ou lamentando a chegada da segunda-feira. No entanto, convém observar a importância do trabalho na vida do ser humano. Salomão já destacava: “Em todo trabalho há proveito;”(Pv 14.23) Do ponto de vista humano o trabalho é importantíssimo para o sustento, haja vista que hoje no Brasil, segundo estatísticas temos em torno de 11 milhões de desempregados! Mas, e do ponto de vista espiritual? Aqui convém lembrar do maior trabalho de todos já executado, e proclamado aos quatro ventos pelo profeta Isaías: “Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniquidades deles levará sobre si” (is 53.11). A obra da salvação, o mais penoso dos trabalhos já foi realizada. Mais do que isso, o salário deste trabalho e demais benefícios o Senhor Jesus nos oferece de graça, e por graça. Viva esta verdade e siga trabalhando ou vivendo sua vocação na alegria e tranquilidade de um Deus que nos capacita a vivermos nossas vocações para o nosso próprio bem, o bem do próximo e para o bem de seu reino!

Com carinho, Pastor Valdir.