"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

NATAL - Programa de Natal da CELCR

     

       No dia 24 de dezembro, às 20h30, celebramos o Natal de Jesus. 
          Crianças, jovens e adultos, participaram com encenação do relato bíblico do Natal, versos, oração e muita música/canto
          O tema do programa de Natal foi: "Jesus, o Sol nascente das alturas, o Rei dos reis." 
          Ficamos felizes com a presença de todos, congregados e visitantes. 
         Agradecemos a todos que se empenharam para que o louvor e adoração ao Menino EMANUEL pudesse acontecer de forma tão especial.


      
 Veja fotos do programa de Natal em
                                 https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/Natal2012

QUEM ME SEGUE 

TERÁ A LUZ DA VIDA

O ser humano é um ilustre fabricante de luz. Para isso, usa a força da água, do vento, do sol, dos combustíveis.
O ser humano de todas as épocas se encanta com a luz e depende dela. A luz lhe possibilita saber onde está, para onde vai. O sol lhe possibilita vida.

A Bíblia fala de trevas e de luz no sentido espiritual. A pessoa está nas trevas, quando longe de Deus. Na luz, quando está com Deus. Iluminados pela palavra de Deus, sabemos de onde viemos (Deus nos fez e mantém), onde estamos (amados, perdoados, salvos, consolados e amparados por Deus)  e onde vamos (para “a cidade que não precisa nem do sol, nem da lua, para lhe darem claridade, pois a glória de Deus a iluminou, e o Cordeiro – JESUS - é a sua lâmpada.” (Ap 21.23)
O ser humano, fabricante de luz, por si só, vive sem a luz da vida. Toda referida luz interior não passa de uma ilusão.
Trevas! Escuridão! É isto o que o pecado traz sobre a vida espiritual de toda a humanidade. Caminhamos sem rumo. Vivemos nas trevas e praticamos as obras das trevas. A partir do mundo e do ser humano não há possibilidade de surgir um raio de luz que revele o caminho de volta à vida com Deus.
Porém, logo que as trevas do pecado envolveram o ser humano, Deus, em sua profunda misericórdia, faz a promessa de que enviaria o Sol da justiça, a Luz da vida – o Messias.
No tempo escolhido por Deus, a profecia se cumpriu. Conforme relato da Sagrada Escritura, graças à profunda  misericórdia do nosso Deus, nos visitou o Sol nascente das alturas! (Lc 1.78; Gl 4.4)
O evangelista João escreve que ‘a luz veio ao mundo. A vida estava nele e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram conta ela. A verdadeira luz veio e vem ao mundo e ilumina a todo ser humano.’ (Jo 1).  Na luz, sabemos de onde viemos, onde estamos e onde vamos.
Jesus é a nossa luz, NOSSO SOL QUE NOS DÁ VIDA. Não nos dá apenas vitamina ‘D’, mas tudo o que precisamos para termos a vida que permanece para sempre. 
A Palavra de Deus é a nossa lâmpada. Toda a vez que soa a Palavra da Vida, as trevas são rompidas por um facho de luz vinda do Sol nascente das alturas - Jesus, a Palavra encarnada. Na luz, surge esperança, confiança, segurança, vida, alegria e paz. Estando na luz, passamos a refletir a luz.


A Luz do mundo diz: “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens! Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa.” (Mt 5.14-16)
Testemunhe o verdadeiro Natal a todos que encontrares pelo caminho. Ilumine vidas! Não temos luz por nós mesmos. Mas como um espelho, quando na luz de Jesus, refletimos a luz de Cristo.
Também hoje, nos fala Jesus, dizendo: ‘Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.’ (Jo 8.12)
Amigos. Dependemos da luz da vida, Jesus! Andem como filhos da luz.  Amém.
jnG

Veja fotos do programa de Natal em: 
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/Natal2012

O JEITO QUE VIVEMOS, MOSTRA QUEM SOMOS!



Um dia assisti uma matéria de telejornal que me chamou atenção. Nunca tinha me dado conta disso antes. O tema mostrava que ladrões e assaltantes buscavam saber informações sobre moradores de determinadas residências a partir do lixo que colocavam na lixeira em frente da casa.  Ali encontravam elementos que apontavam hábitos, poder aquisitivo, o que possuíam.
Se o lixo que produzimos pode dizer muito de nós, imagine o que as nossas palavras e atitudes podem revelar a nosso respeito.
No tempo em que Tibério César estava no seu 15º ano de reinado, por volta do ano 28d.C, veio a Palavra do Senhor Deus à João Batista. Assim, surge o precursor de Jesus, conforme profetizado pelo profeta Isaías, 700 anos antes (Isaías 40.3).
João, o que batiza, veio para preparar o caminho e abrir estradas retas para o SENHOR passar.  Veio para endireitar os caminhos tortos, e consertar as estradas esburacadas. O Salvador vem! Todos verão a salvação de Deus. (Lucas 3)
É preciso preparar-se, ou seja, remover tudo o que impede meu encontro com o Rei Jesus que vem até mim.
Este preparo se dá por meio do chamado ao sincero e urgente arrependimento. João Batista e Jesus anunciam: “Arrependei-vos, por que está próximo o reino dos céus.” (Mateus 3.2; Mateus 4.17) 
É necessário que todos nós sejamos levados ao franco arrependimento. É necessário que eu e você façamos a volta. Que confessemos o pecado (de que caminhamos longe de Deus e sua vontade), e confiemos no perdão completo (de que Jesus é o único Caminho que nos leva para junto de Deus e de sua vontade). É por este motivo que Jesus vem ao encontro da humanidade.
Somente esta meia volta (confessar o pecado e confiar no perdão de Jesus) é o que nos possibilita vivermos uma vida autêntica e de amor para com Deus e o semelhante.
A imagem que o profeta Malaquias traz para nós é maravilhosa (Malaquias 3.3). Ele diz que Deus “assentar-se-á como derretedor e purificador de prata”. O artesão não somente precisava ficar lá, segurando a prata, mas ele precisa manter seus olhos na mesma, o tempo todo, enquanto ela estiver na chama. Se a prata ficar um minuto a mais no fogo, será destruída. Se ficar a menos, não será purificada. E como o artífice sabe quando a prata está totalmente refinada? Quando ele vê sua imagem refletida nela.
Amigos, DEUS quer realizar sua obra em nós. Nos derreter e purificar com sua Palavra. Nos chamar ao arrependimento. Assim, somos feitos filhos de Deus, cidadãos do reino de Deus, que refletem a imagem do amor de Deus nas palavras e nas atitudes para com o semelhante.
João Batista admoesta: “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento... Já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.” (Lucas 3.8,10).
Um grande amigo meu disse: “Uma laranjeira não dá laranjas por ter preço elevado, ou porque gostamos de laranjas, mas, simplesmente, por que é um pé de laranjeira.” 
Amigo, a produção de frutos para com Deus se dá quando fazemos a meia volta em Cristo. Quando cremos na obra do Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
Jesus disse: “Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” (João 15.5)
Se o lixo que produzimos pode dizer muito de nós, imagine o que as nossas palavras e atitudes podem revelar a nosso respeito. O jeito que vivemos, mostra quem somos!
jnG

LUZ PARA O MEU CAMINHO


Estamos vivendo um tempo de muita luz! O tempo do Advento, do Natal. São tantas lâmpadas e equipamentos sendo ligados que precisamos geradores de apoio. As linhas de transmissão convencionais não dão conta. Além disso, ainda temos o encanto iluminado dos fogos de artifício. 
Porém, mesmo com tanta luz fabricada ao nosso redor, sem receber a Luz verdadeira (que, vindo ao mundo, ilumina toda a humanidade – João 1) continuaremos em trevas, envolto pela desesperança, pelo medo, pela sombra da morte, pela tentativa inútil de barganhar alguns ‘Kilowatts’  de energia que eventualmente possam gerar algum ponto de luz, passageiro e ilusório, em nosso caminho.

No segundo domingo de dezembro, celebramos o Dia da Bíblia. O salmista diz: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.(Salmo 119.105) O evangelista João escreve: “A palavra se fez gente, e habitou entre nós.” (1.1) E Jesus afirma: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.” (João 8.12)
Portanto, as luzes no tempo de Advento e Natal devem nos fazer lembrar da promessa Bíblica de que Deus enviaria a Luz ao mundo, que está envolto pelas trevas do pecado e suas conseqüências. O profeta Isaias, setecentos anos antes de Jesus nascer, profetiza assim: ‘O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz.’ (Isaías 9.2)
Zacarias, pai do profeta João Batista (precursor que veio para testificar a respeito da luz), diante do cumprimento da promessa da vinda do salvador, cantou:  “{...podemos anunciar perdão, vida, paz, salvação...} graças à profunda misericórdia de nosso Deus, pela qual nos visitará o sol nascente das alturas, para alumiar os que jazem nas trevas e na sombra da morte, e dirigir os nossos pés pelo caminho da paz.” (Lucas 1.67,79)
O idoso Simeão, segurando a Luz do mundo, Jesus, em seus braços, cantou: “Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu servo, segundo a tua palavra; por que meus olhos viram a tua salvação...  luz para iluminar o caminho de todos os povos.”  (Lucas 2.29-32)
Assim, quando seguimos Aquele que é a Luz do mundo, não andamos mais nas trevas; pelo contrário, temos a luz da vida eterna. As trevas não mais prevalecem. Ainda que andemos no vale escuro da morte, não mais precisamos temer, pois Jesus, o Sol nascente das alturas, a luz que dá vida, está conosco para sempre.
 Sem Jesus, andamos nas trevas. Somos trevas. Com Jesus, somos luz no Senhor; andamos como filhos da luz. Conectados à Luz da vida, brilhamos. Proclamamos os feitos de Deus, que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. (Efésios 5.8; Mateus 5.14; 1 Pedro 2.9)
Que as muitas luzes, as quais iluminam e enfeitam tão maravilhosamente, nos façam lembrar que Jesus é o Sol nascente das alturas, que veio como luz para o nosso caminho, para nos fazer andar em paz.
Jesus não é luz fabricada, nem barganhada. É Luz que brota da profunda misericórdia e graça de Deus. É Sol que traz vida.
jnG

NOITE DE ADVENTO - 2012


     Na noite do dia 06 de dezembro, às 20h, foi realizada  mais uma Noite de Advento. O tema da devoção foi: Luz para o meu caminho! 
     Destaque foi a dedicação do departamento de servas que confeccionou uma bela lembrancinha. Também o grupo de crianças flautistas - da prof. Tânia - fez bonito, acompanhando outros instrumentistas e os cantores - publico presente. O coro misto também teve sua participação importante.
     Após o momento devocional, tivemos uma confraternização, para a qual cada um trouxe um parto de doces ou salgados. 
     Agradecemos a todos que auxiliaram, e ficamos felizes com a participação de cada um dos congregados e amigos visitantes. 
     Tenham todos um abençoado Advento (tempo de preparo e espera pela vinda do Salvador, Jesus).

ENCONTRO DE FIM DE ANO DO DEC


     O DEC (Departamento de Educação Cristã - Escola Dominical) teve ser encontro de fim de ano no dia 02 de dezembro. Avaliamos as atividades de 2012 e planejamos as de 2013. Também teve a tradicional revelação do amigo secreto. Em seguida, professores e  familiares tiveram um almoço em conjunto.
     Agradecemos, de coração, às professoras da Escola Dominical CELCR, pela dedicação e empenho.
     Que o salvador Jesus cuide e guie vocês.
Veja fotos em: https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/EncerramentoDEC#5819000538195930562 

O ANO TERMINA, E COMEÇA OUTRA VEZ!


Uma canção muito conhecida de todos nós diz: ‘O ano termina, e começa outra vez. Então é Natal, a festa Cristã.’
Esta é a ordem cronológica da liturgia cristã. No último final de semana chegamos ao fim de mais um ano eclesiástico (ano da igreja).  Agora, celebrando o advento, estamos iniciando o ano novo. Então, logo chegará o Natal.
Este círculo litúrgico, repetido pela igreja cristã anualmente, busca lembrar e anunciar, por meio dos temas bíblicos abordados, tudo o que Deus fez, faz e fará. É Deus vindo ao encontro da humanidade.
A reflexão começa com o Adventoespera e preparo pela vinda de Jesus; Segue com o Natal – nasce Jesus, o Messias, Deus Conosco; Então, é tempo de Epifania -  Jesus é revelado ao mundo, a todas as nações, como o Redentor. Segue o período da Quaresma – Jesus padece, sofre e morte para pegar o preço do nosso resgate; Após, é Páscoa – Jesus levanta da morte, selando o perdão e a vida eterna a todo o que crê; Depois vem a Ascensão – Jesus sobe aos céus, governa tudo e a todos. Em seguida, vem o Pentecostes – O Espírito Santo é enviado para nos faz lembrar/crer todas as coisas que Jesus ensinou e fez. Este período de Pentecostes se estende por mais de 20 semanas, culminando com a celebração da promessa de Jesus de que ele voltará, do modo como foi visto subir, para julgar os vivos e os mortos.
O ano da igreja termina e começa lembrando que Jesus veio em forma humana, vem pela sua palavra – a Bíblia, e virá, visivelmente, no dia do juízo final.
Mesmo que ‘o ano termina, e começa outra vez  – então é Natal’, pode ser que na próxima nós não mais estaremos aqui. Também há a possibilidade de que Cristo Jesus volte antes de terminarmos ou iniciarmos mais um ano. O dia e a hora disto acontecer ninguém sabe. Os sinais estão a nossa volta. (Leia: Mateus 24 e 25; Marcos 13)
Fato é que, por mais bonitos que sejam nossos planos, realizações, conquistas, tudo chega ao fim. “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo, assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação.” (Hebreus 9.27,28) 
Sem Cristo, diante do fim, resta nos apavorarmos, desesperarmos.  Porém, com Cristo, quando os anos terminam, temos o consolo de que logo chegará o começo da vida de plena e total felicidade com Deus.
O cristão, termina cada ano com ações de graças e com um grito de esperança: “Vem Senhor Jesus!” (Apocalipse. 22.20). Cada ano da igreja termina lembrando que Jesus virá buscar os seus seguidores para que estejam onde ele está. (João 14)
Cristo voltará. QUE CONSOLO!  Aquele que nos ama, nos libertou e nos lavou dos pecados com seu sangue, voltará. Todo olho o verá!  Muitos terão suas lágrimas enxugadas definitivamente! Outros baterão no peito e se lamentarão!  (Apocalipse 1.4-8; 21.1-4)
Mais uma vez o ano termina, e começa oura vez! Cante: ‘Vem Senhor Jesus!’
jnG 

SERVAS E LEIGOS - Reunião de Encerramento Atividades 2012

     O departamento de Servas e o departamento de Leigos tiveram sua reunião de encerramento das atividades 2012.
     A reunião das servas (mulheres) foi no dia  21, quarta-feira.
Veja mais fotos em:
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/EncerramentoDeptoServas

     A reunião dos leigos (homens) foi no dia 16, sexta-feira.
Veja mais fotos em:
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/EncerramentoDeptoLeigos

SABER PROSTRAR-SE E AGRADECER



Uma das primeiras lições que buscamos imprimir em nossos filhos é que saibam dizer: ‘Muito obrigado!’.
Nesta semana, celebramos o Dia Nacional de Ação de Graças (sempre na quarta quinta feira de novembro).  É tempo de cada um de nós avaliar como está o capítulo da gratidão na vida diária.
Interessante notar que nos Estados Unidos e no Canadá este dia é feriado nacional. Um belo gesto. Interromper tudo para dar graças por todas as boas dádivas. Paramos tudo para celebrar o dia do trabalho, do trabalhador, por que não parar para agradecer?
Ser grato é mais do que dizer ‘obrigado!’, automaticamente, por educação, enquanto seguimos, autosuficientes, os nossos passos.
Ser grato é saber parar, voltar, reconhecer as boas dádivas recebidas. É saber prostrar-se e agradecer, reconhecendo que a nossa suficiência vem de Deus. (Lucas 17.15,16; 2 Coríntios 3.5)
No Dia de Ação de Graças, e sempre, os cristãos confessam: “No entanto, não podemos, de fato, te dar nada, pois tudo vem de ti [SENHOR], e nós somente devolvemos o que já era teu.” (1 Crônicas 29.14). Realmente, “tudo de bom que recebemos e tudo o que é perfeito vêm do céu, vêm de Deus, o Criador das luzes do céu.” (Tiago 1.17a)
As ações de graças se voltam ao Deus, Senhor e Pai, que nos supre abundantemente, por sua paterna e divina bondade, sem nenhum mérito ou dignidade de nossa parte.
Como CRIADOR, nos supre abundante e diariamente de todo o necessário para o corpo e a vida.
Como SALVADOR, nos resgata com o santo e precioso sangue de Jesus, vertido na cruz.
Como SANTIFICADOR, nos chama pelo evangelho de Cristo, ilumina com seus dons, santifica e conserva na verdadeira fé salvadora.
Diante destas verdades bíblicas, apresentadas às nossas crianças nas primeiras lições da fé cristã, concluímos: ‘Por tudo isto devo dar graças e louvor a Deus, servi-lo e obedecer-lhe.’
Dizer obrigado aos nossos semelhantes e dar ações de graças a Deus em toda e qualquer situação, é o que Paulo nos ensina na sua carta aos filipenses, no capítulo quatro. Leia em sua Bíblia.
A marca de uma pessoa educada é ouvi-la dizendo: ‘Muito obrigado!’.
A marca do cristão é o coração cheio de ações de graças, por causa da obra de Deus em sua vida. Isso se manifesta em cânticos de louvor a Deus e atitudes de amor e respeito para com o semelhante.
Amigos, “sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. Isso é o que Deus quer de vocês por estarem unidos com Cristo Jesus.” (1 Tessalonicenses 5.18)
 Aos pés de Jesus, queremos prostrar-nos e agradecer. Que as ações de graças se manifestem em nosso falar e agir.
jnG

CONGRESSO ESPORTIVO DE JOVENS - DH






      Nos dias 10 e 11 de novembro aconteceu, em Canela, mais um Congresso Esportivo de Jovens - Distrito Hortênsias. 
     Muitos jogos, brincadeiras, confraternização, episódios...
     O momento de culto foi no domingo pela manhã, às 8h30. O tema foi: "O que temos nós ofertado para Jesus?". A pregação foi feita pelo pastor Jonas G. Dolvitsch, conselheiro Distrital dos jovens. A parte musical foi conduzida pelo Grupo Shalom, da CELCR - Canela. 

Curtam algumas fotos do Congresso em:
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/CongressoEsportivoDeJovensCanela



BÍBLIA ABERTA



Nos dias atuais, é muito raro encontrar um lar em que não tenha uma Bíblia, a palavra viva e eficaz do Eterno e Único Deus. (Hebreus 4.12)
Mas ter o acesso livre e abundante à Palavra de Deus não era realidade na idade média. Existia apenas a tradução do original do livro sagrado (hebraico/aramaico e grego) para o latim, o qual era entendido apenas por líderes religiosos, mestres e universitários.
O povo não podia ler as verdades sagradas. Restava-lhes ouvir as homilias usualmente manipuladas a partir de interesses próprios ou de uma instituição religiosa.
Apenas num contexto em que a Bíblia fique fechada, (ou em que o coração e os ouvidos fiquem fechados à palavra de Deus) pode-se vender carta de indulgência (promessa de perdão e bênçãos em troca de valores financeiros e obras realizadas).
Mas isso não é assunto apenas da idade média. Observe bem as cartas de indulgências sendo oferecidas nos dias atuais por diferentes correntes religiosas. Você já deve ter ouvido algo do tipo: “Quem tem fé de 500,00? De R$100,00? De 50,00?”; Ou, então, filosofias religiosas que apregoam auto-purificação, auto-justificação (ter restauração espiritual por meio das próprias obras ou sofrimentos).
Quem prega uma teologia de barganha com Deus (compra de bênçãos divinas, teologia do carma, auto-purificação, salvação por méritos próprios), não tem a Bíblia aberta diante de si, ou tem o coração e os ouvidos fechados à palavra de Deus, ou manipula o texto sagrado para alcançar interesses próprios ou da instituição que representa. Não é de hoje que falsos pregadores de paz tem suas contas bancárias e bois em grandes fazendas engordados às custas da fé de um povo sofrido.
Infelizmente, muitas vezes a Bíblia está apenas pegando pó, ou servindo de amuleto supersticioso, ou ainda, ferramenta manipulada por exploradores da fé. Porém, quando aberta, lida,  ouvida,  ela revela as sagradas letras, que podem tornar-nos sábios para a salvação pela fé em Cristo Jesus. (2 Timóteo 3.15)
No dia 31 de outubro de 2012, celebramos 495 anos da Reforma Luterana – liderada pelo padre Martinho Lutero. Seu legado pode ser usufruído por todos nós, em diferentes áreas – cultural, política, etc, - mas especialmente no contexto da pregação cristã.
O axioma do movimento da reforma expressa muito bem a herança deixada a nós. Ele diz: “SOMENTE A ESCRITURA! SOMENTE A GRAÇA! SOMENTE A FÉ!”
Somente a Escritura, a Bíblia é fonte e norma de tudo o que anunciamos. Diz a escritura Sagrada: “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.” (Romanos 10.17)
Somente a graça de Deus, a disposição misericordiosa de Deus vir ao nosso encontro e fazer por nós o que nós não conseguimos fazer, pode nos dar vida e eterna salvação. Diz a escritura Sagrada: “E, se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça.” (Romanos 11.6)
Somente a fé em Jesus traz para a nossa vida todas as bênçãos que Jesus conquistou com sua morte e ressureição – perdão, reconciliação com Deus, vida eterna, paz, esperança, ânimo, força e tudo mais.  Diz a escritura Sagrada: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.” (Romanos 5.1)
Em Cristo, somos feitos novas criaturas, com novas vontades, novas palavras, novas atitudes. Aqui, sim, tem muito espaço para boas obras, atitudes de amor. Tudo para honra, louvor, glória e gratidão ao Deus da Graça, o qual nos dá tudo, e faz tudo por nós, sem nenhum mérito ou dignidade de nossa parte. (Efésios 2.8-10)
Amigo leitor, você tem uma Bíblia em casa? Com muita calma e atenção leia esta sagrada palavra. Como primeiro desafio, sugiro que você leia/releia o Evangelho de Marcos, e a carta de Paulo aos Efésios.  Veja o que de fato diz a Escritura Sagrada.
Que sua vida seja guiada por uma Bíblia aberta!
jnG

Pensando especialmente nas crianças


     
     O encontro especial pelo dia das crianças iniciou às 16h do dia 20 de outubro, com atividades diversas. A programação culminou com o culto preparado pensando especialmente nas crianças. A temática foi: Com Jesus, temos o mais importante!
     Neste culto também aconteceu o batizado da Ana Luiza de Azevedo Brito, filha da Prof. da Escola Dominical, Gisele e seu marido Gilnei. No momento do batismo, todas as crianças foram convidadas a ficarem bem próximas para assistirem o batismo da Ana Luiza - que recebeu o perdão e a fé em Jesus, conforme promessa do Salvador e Senhor. 
     Agradecemos às professoras do DEC e outros congregados que ajudaram para que o encontro fosse tão especial. 

     Após o culto, a CEL Cristo Redentor, através de sua diretoria, homenageou as professoras da Escola Dominical (das crianças) presenteando-as com o DVD 'Explorando as coisas assustadoras do Apocalipse' -  O DVD fala dos mistérios do livro que conclui a Bíblia, revelando a mensagem consoladora contida neste livro sagrado. 
     


AUTORIZADO PARA ENTRAR!


          Em muitas situações, precisamos de autorização para entrar e participar de determinados eventos. Nestes momentos, devemos apresentar documento de identificação, passaporte ou ingresso. Assim, também, sentarão na cadeira de prefeito e vice, e nos assentos do legislativo, aqueles que o povo autorizou neste último dia sete de outubro, através do voto democrático.
Ter maioridade, dezoito anos, é outra exigência para diferentes situações. Fazer carteira de motorista, por exemplo. O conceito é de que o indivíduo deve ter atingido um certo grau de independência, e possibilidade de responder por seus atos. Deve saber assumir a sua responsabilidade.
E, qual é a nossa documentação - passa porte, condição de eleitos, maioridade, ingresso – nossa autorização para entrar no reino de Deus? O que nos faz viver a nova vida com Deus, aqui nesta nossa única vida terrena, e um dia na eternidade celestial?
Jesus fala sobre esta autorização no Evangelho de Marcos (10.14,15), quando diz: “Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele.”
A verdade Bíblica é esta: Somente está autorizado a entrar no Reino de Deus quem é como uma criança – que se reconhece dependente do amor gracioso do Pai celeste, e confiante na ação misericordiosa de Deus. Toda a sabedoria e filosofia humana, toda religiosidade de autojustiça (mérito próprio) não fornece ingresso para entrar no reino de Deus.
Deus nos autoriza e nos coloca no seu reino, por meio da fé na obra de Jesus. Jesus toma, na sua cruz, a nossa condição de dor, sofrimento e morte sobre si, para nos dar a condição participantes do Reino de Deus, na certeza da vida eterna. Uma esperança selada pela ressurreição de Jesus.
A maturidade, o ingresso, o passaporte para entrar na vida com Deus está no reconhecer sua dependência, e confiar-se a Jesus. O apóstolo Paulo diz: “E se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça.” (Romanos 11.6).
Somente estará autorizado a entrar, a sentar na cadeira à mesa do banquete eterno, aquele que Deus colocar lá. Deus quer salvar todos (1 Timóteo 2.4).  Pela fé, nos apropriamos do passaporte. (Marcos 16.16; Romanos 5)
Jesus dá conteúdo à nossa fé. Em si, a fé é nada. Porém, a fé é tudo quando se apega à obra de Jesus. Ela é viva, ativa no amor.
Olhemos firmes para o autor e consumador de nossa fé. (Hebreus 12.2) Aqui temos nossa nova identidade, nosso passaporte, nossa autorização, nosso ingresso no reino de Deus.
“Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos.” (Hebreus 2.1)
jnG

Retiro dos jovens

     Nos dias 12 e 13 de outubro aconteceu mais um retiro de jovens. Foram momentos especiais de diversão, descontração, convívio, reflexão, debates, estudo, cantos.
    O ponto alto do retiro foi o fato de que os jovens prepararam e organizaram a liturgia e as orações do culto jovem do dia 13, 19h. Além de conduzirem a parte musical, atuaram no culto em diferentes momentos.
     A temática do culto foi: "Tenha um coração sábio!"
     Agradecemos ao pais que se dispuseram e ajudaram para que o retiro pudesse acontecer, e fosse tão legal!

Veja fotos do retiro de jovens em:https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/RetiroDeJovens#

Congresso de Crianças









     O Congresso de Crianças aconteceu em Canela, no dia 06/10 (14h-17h). O tema foi: Jesus cuida de mim! (Sl 62.7) Teve momento de culto, brincadeiras, lanche, presente. Participaram crianças das paróquias de: Várzea Grande (Gramado), Gramado e Canela.
      Agradecemos a Jesus e a todos (professores, auxiliares, pais) que se dedicaram para que este congresso fosse tão legal.














 Veja mais fotos em
           https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/20121008DECDH

Culto Dia do Idoso

 

      O Depto. de Servas organiza, anualmente, um encontro especial pelo dia do idoso. Neste ano foi no dia 03 de outubro, 15h. Teve culto com Santa Ceia, seguido de um momento de confraternização.

Veja as fotos em:
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/CultoPeloDiaDoIdoso#

Congresso Esportivo Juventude Mirim


      O Congresso Esportivo Juventude Mirim - DH aconteceu em Alto rolante, no dia 30/09. De nossa congregação 28 pessoas participaram. Ininiamos com devocional - cânticos, reflexão na palavra e oração. Resultado nos esportes: 2º Lugar Futsal fem; 3º lugar ping-pong fem. Os meninos também se esforçaram, mas não veio troféu desta vez. 
Parabéns a todos, valeu!!!

Seminário de Lideranças


        O Seminário de Lideranças do Distrito Hortências foi na CELCR, Canela, no dia 29/09. Representantes de diversas congregações do distrito estiveram presentes. De nossa congregação 15 pessoas participaram. 
    Os pastores, rev. Adilson Schünke (coordenador Nacional do PEM - Programa de Evangelização e Mordomia cristã) e rev. Geraldo Schüler (2º vice-presidente da IELB) ministraram o encontro.

Ser cristão é ser cidadão


Ser cristão é ser cidadão do reino de Deus. Cidadão da Pátria celeste, que é regida pelo Príncipe da Paz - Jesus. Ser cristão é confiar-se à vontade de Deus, o qual deseja a salvação de todos. É crer na obra redentora do único Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus. É viver a fé salvadora que é ativa no amor a Deus e ao semelhante. É viver na esperança, na paz, no perdão que somente Cristo Jesus pode dar através da sua obra na cruz e sepultura vazia. (1 Timóteo 2.4-6; Filipenses 3.20)
Ser cristão é ser cidadão envolvido nas questões deste mundo passageiro. É ser luz, é ser sal - anunciando o Evangelho, o amor de Jesus, por meio de palavras, atitudes, gestos.
As eleições municipais estão às portas mais uma vez. E o cidadão cristão deve participar de forma comprometida, visando o bem comum dos munícipes (não os interesses próprios), seja como eleitor responsável ou como candidato.
Podemos nos perguntar: O que devo fazer além de votar obrigatoriamente?
O núcleo ecumênico de Blumenau* confeccionou uma resposta interessante, como segue: 
*( Congreg. Ev. Luterana “Bom Pastor” –  IELB;  Igreja Católica Apostólica Romana;  Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil)
- Você precisa saber que o direito de votar em seu candidato é uma conquista histórica que seus antepassados lhe deixaram.
- Nossos candidatos não nasceram hoje, conheça suas histórias e suas lutas em defesa da sociedade.
- Uma política responsável é formada de bons candidatos e boas propostas, conheçam sem falta os dois.
- Seu voto não é moeda de troca. Não vote em quem lhe promete favores que não poderá cumprir. 
- Como cidadão você não pode abrir mão de exercer seu direito de escolha. Se você não escolher, outros escolherão por você e provavelmente suas reivindicações serão deixadas de lado.
- Não anule seu voto, anule, com o seu voto, a política irresponsável e despreocupada com as reais necessidades do povo.
- Ética e dignidade na política devem ser cobrados pelo povo sempre, não só nas eleições.
- A sua vida política não se limita aos dias da eleição. Veja se as promessas de campanha estão sendo cumpridas. Caso isso não aconteça, questione seu candidato.
- Não se limite a ser apenas um eleitor por obrigação, mas sim, um cidadão responsável por convicção.
- Ore por todos que têm autoridade, para que possamos viver uma vida calma e pacífica, com dedicação a Deus e respeito aos outros. (1 Timóteo 2.1-3)

jnG

ORAMOS PELA PÁTRIA



Nesta semana da Pátria, convém lembrarmos do princípio que nosso Salvador nos deixou: “Disse-lhes, então, Jesus: Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.” (Marcos 12.17)
É a legítima separação entre igreja e estado, que deve ser mantida, para que cada um, no seu ofício, desempenhe a sua função, conforme instituição de Deus.
O reino da esquerda, o estado, deve cumprir sua tarefa política com responsabilidade e bem comum. O reino da direita, a igreja de Cristo, deve cumprir sua missão de anunciar o Evangelho de Jesus a todas as nações. Que um campo não invada o outro, para evitar confusão, injustiças e prejuízos.
Assim, como igreja de Jesus, nesta semana da Pátria, oramos em forma de canto*:
Divino Salvador, contempla com favor nosso país.
Dá-nos justiça e paz, governo bom, capaz,
pátria em que nos apraz viver feliz.

Olhamos para ti; oh! vem reinar aqui, tu, Rei dos reis.
Dirige o pátrio lar, ensina a governar,
conforme o teu mandar, por justas leis.

A quem governa, ó Deus,  inspira desde os céus o teu temor.
Ao povo vem unir, disposto a te servir,
e em nome teu agir com fé e amor.

À amada pátria vem sustento e todo bem de ti, Senhor.
Aos pobre dá comer, e a todos faz saber
de como é bom viver em mútuo amor.

Sublimes bênçãos dás, amor, perdão e paz e a salvação.
Que a Nova de tua cruz rebrilhe em clara luz,
guiando a ti, Jesus, toda a nação.
* Hino 513 do Hinário Luterano
jnG

FILHO DE DEUS DESDE PEQUENO!


Que grande alegria os pais sentem quando nasce seu filho. Que privilégio Deus nos dá em podermos participar da geração de uma nova vida.
Que grande alegria Deus Pai sente, quando nasce um filho dele. Quando nos adota como filhos. Há Júbilo no céu por um pecador que se arrepende e crê - que nasce de novo. (Lc 15.7)
Todos, crianças e adultos, sem distinção, precisam nascer de novo. Não do ventre materno, mas da água e do Espírito Santo. É a lição que Nicodemos ouve de Jesus, e que todos nós precisamos aprender. (Jo 3; + Sl 51.5)
Por que nascer de novo? ‘Porque Todos pecaram, e carecem da glória de Deus’. Pecado não é apenas o que o dedo indicador consegue apontar, mas é cair da perfeição de Deus. A conseqüência disso é a dor, a enfermidade, o sofrimento, o luto, a morte. (Leia cap. 3, 4 e 5 de Romanos)
No entanto, Deus quer a salvação de todos. Quer todos de volta na sua glória, na sua presença. (1 Tm 2.4)
Como nascer de novo?  Deus nos faz nascer de novo, “não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo a sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador [que gera de novo, que dá novo nascimento] e renovador do Espírito Santo... a fim de que nos tornemos seus herdeiros [filhos] segundo a esperança da vida eterna.” (Tt 3.5-7; + Ef 2.8; Rm 10.17)
Embora as boas obras acompanhem o dia-a-dia do filho de Deus, como frutos de gratidão e louvor à Deus, jamais podem fazer alguém filho de Deus. Nascemos de novo por obra exclusiva de Deus. (Romanos 6.23)
O próprio Caminho, Verdade e Vida - Jesus, disse: “É necessário nascer do alto.” “Quem crer e for Batizado será salvo [Bem-aventurado], quem não crer, será condenado.” (Mc 16.16) O apóstolo Paulo escreve: “Pois sois filhos de Deus mediante  a  fé  em  Cristo Jesus;  por que todos quanto fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes.” (Gl 3.26,27)
Como nascer de novo para ser salvo?  Basta crer! Como sei que um adulto crê? Pela sua confissão de fé. (Rm 10.10) Como sei que um nenê crê?  Pelo seu Batismo. Que consolo ser batizado desde criança!
Pelo Batismo, sou integrado na família de Deus, perdoado, levado à fé. Assim, nasço de novo. (Veja: Mt 28.19; At 2.38; 1 Pe 3.20,21; Mc 16.16; At 22.16; Gl 3.26,27; Ef 5.25-27; 1Co 12.13; Ef 4.3-6)

Porém, o Batismo não é um acontecimento do passado, é um caminho de vida, cheia do poder da graça e da compaixão de Deus. É a PÁSCOA PESSOAL. Nele somos sepultados com Cristo, ressuscitados com Cristo, para andarmos em novidade de vida.
O Batismo é a dinâmica sempre atual da vida cristã.  No batismo recebemos o Espírito Santo, e, assim, devemos nos considerar mortos para o pecado, vivos para Deus. (Rm 6.3,4)
Ser batizado “significa que o velho homem em nós, por contrição e arrependimento diário, deve ser afogado e morrer com todos os pecados e maus desejos, e, por sua vez, sair e ressurgir diariamente novo homem, que viva em justiça e pureza diante de Deus eternamente.” (Catecismo Menor -  Martinho Lutero) “Cada um deve considerar o Batismo como a roupa nova que deve usar todos os dias. (Catecismo Maior -  Martinho Lutero)
Batismo não é apenas o acesso à família de Deus, mas também a nossa renovação diária.
Viver um estilo de vida batismal é poder orar: ‘Pai nosso que estás nos céus, perdoa-nos como nós temos perdoado os nossos devedores - na família, na igreja, na sociedade.’
Viver um estilo de vida batismal é ser como uma criança [filho de Deus], e dos tais é o reino dos céus. (Lc 18.17) Este é o motivo de Deus fazer festa no céu! Amém.  
   jnG