"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

SERVAS E LEIGOS - Reunião de Encerramento Atividades 2012

     O departamento de Servas e o departamento de Leigos tiveram sua reunião de encerramento das atividades 2012.
     A reunião das servas (mulheres) foi no dia  21, quarta-feira.
Veja mais fotos em:
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/EncerramentoDeptoServas

     A reunião dos leigos (homens) foi no dia 16, sexta-feira.
Veja mais fotos em:
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/EncerramentoDeptoLeigos

SABER PROSTRAR-SE E AGRADECER



Uma das primeiras lições que buscamos imprimir em nossos filhos é que saibam dizer: ‘Muito obrigado!’.
Nesta semana, celebramos o Dia Nacional de Ação de Graças (sempre na quarta quinta feira de novembro).  É tempo de cada um de nós avaliar como está o capítulo da gratidão na vida diária.
Interessante notar que nos Estados Unidos e no Canadá este dia é feriado nacional. Um belo gesto. Interromper tudo para dar graças por todas as boas dádivas. Paramos tudo para celebrar o dia do trabalho, do trabalhador, por que não parar para agradecer?
Ser grato é mais do que dizer ‘obrigado!’, automaticamente, por educação, enquanto seguimos, autosuficientes, os nossos passos.
Ser grato é saber parar, voltar, reconhecer as boas dádivas recebidas. É saber prostrar-se e agradecer, reconhecendo que a nossa suficiência vem de Deus. (Lucas 17.15,16; 2 Coríntios 3.5)
No Dia de Ação de Graças, e sempre, os cristãos confessam: “No entanto, não podemos, de fato, te dar nada, pois tudo vem de ti [SENHOR], e nós somente devolvemos o que já era teu.” (1 Crônicas 29.14). Realmente, “tudo de bom que recebemos e tudo o que é perfeito vêm do céu, vêm de Deus, o Criador das luzes do céu.” (Tiago 1.17a)
As ações de graças se voltam ao Deus, Senhor e Pai, que nos supre abundantemente, por sua paterna e divina bondade, sem nenhum mérito ou dignidade de nossa parte.
Como CRIADOR, nos supre abundante e diariamente de todo o necessário para o corpo e a vida.
Como SALVADOR, nos resgata com o santo e precioso sangue de Jesus, vertido na cruz.
Como SANTIFICADOR, nos chama pelo evangelho de Cristo, ilumina com seus dons, santifica e conserva na verdadeira fé salvadora.
Diante destas verdades bíblicas, apresentadas às nossas crianças nas primeiras lições da fé cristã, concluímos: ‘Por tudo isto devo dar graças e louvor a Deus, servi-lo e obedecer-lhe.’
Dizer obrigado aos nossos semelhantes e dar ações de graças a Deus em toda e qualquer situação, é o que Paulo nos ensina na sua carta aos filipenses, no capítulo quatro. Leia em sua Bíblia.
A marca de uma pessoa educada é ouvi-la dizendo: ‘Muito obrigado!’.
A marca do cristão é o coração cheio de ações de graças, por causa da obra de Deus em sua vida. Isso se manifesta em cânticos de louvor a Deus e atitudes de amor e respeito para com o semelhante.
Amigos, “sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. Isso é o que Deus quer de vocês por estarem unidos com Cristo Jesus.” (1 Tessalonicenses 5.18)
 Aos pés de Jesus, queremos prostrar-nos e agradecer. Que as ações de graças se manifestem em nosso falar e agir.
jnG

CONGRESSO ESPORTIVO DE JOVENS - DH






      Nos dias 10 e 11 de novembro aconteceu, em Canela, mais um Congresso Esportivo de Jovens - Distrito Hortênsias. 
     Muitos jogos, brincadeiras, confraternização, episódios...
     O momento de culto foi no domingo pela manhã, às 8h30. O tema foi: "O que temos nós ofertado para Jesus?". A pregação foi feita pelo pastor Jonas G. Dolvitsch, conselheiro Distrital dos jovens. A parte musical foi conduzida pelo Grupo Shalom, da CELCR - Canela. 

Curtam algumas fotos do Congresso em:
https://picasaweb.google.com/107816929161147700451/CongressoEsportivoDeJovensCanela



BÍBLIA ABERTA



Nos dias atuais, é muito raro encontrar um lar em que não tenha uma Bíblia, a palavra viva e eficaz do Eterno e Único Deus. (Hebreus 4.12)
Mas ter o acesso livre e abundante à Palavra de Deus não era realidade na idade média. Existia apenas a tradução do original do livro sagrado (hebraico/aramaico e grego) para o latim, o qual era entendido apenas por líderes religiosos, mestres e universitários.
O povo não podia ler as verdades sagradas. Restava-lhes ouvir as homilias usualmente manipuladas a partir de interesses próprios ou de uma instituição religiosa.
Apenas num contexto em que a Bíblia fique fechada, (ou em que o coração e os ouvidos fiquem fechados à palavra de Deus) pode-se vender carta de indulgência (promessa de perdão e bênçãos em troca de valores financeiros e obras realizadas).
Mas isso não é assunto apenas da idade média. Observe bem as cartas de indulgências sendo oferecidas nos dias atuais por diferentes correntes religiosas. Você já deve ter ouvido algo do tipo: “Quem tem fé de 500,00? De R$100,00? De 50,00?”; Ou, então, filosofias religiosas que apregoam auto-purificação, auto-justificação (ter restauração espiritual por meio das próprias obras ou sofrimentos).
Quem prega uma teologia de barganha com Deus (compra de bênçãos divinas, teologia do carma, auto-purificação, salvação por méritos próprios), não tem a Bíblia aberta diante de si, ou tem o coração e os ouvidos fechados à palavra de Deus, ou manipula o texto sagrado para alcançar interesses próprios ou da instituição que representa. Não é de hoje que falsos pregadores de paz tem suas contas bancárias e bois em grandes fazendas engordados às custas da fé de um povo sofrido.
Infelizmente, muitas vezes a Bíblia está apenas pegando pó, ou servindo de amuleto supersticioso, ou ainda, ferramenta manipulada por exploradores da fé. Porém, quando aberta, lida,  ouvida,  ela revela as sagradas letras, que podem tornar-nos sábios para a salvação pela fé em Cristo Jesus. (2 Timóteo 3.15)
No dia 31 de outubro de 2012, celebramos 495 anos da Reforma Luterana – liderada pelo padre Martinho Lutero. Seu legado pode ser usufruído por todos nós, em diferentes áreas – cultural, política, etc, - mas especialmente no contexto da pregação cristã.
O axioma do movimento da reforma expressa muito bem a herança deixada a nós. Ele diz: “SOMENTE A ESCRITURA! SOMENTE A GRAÇA! SOMENTE A FÉ!”
Somente a Escritura, a Bíblia é fonte e norma de tudo o que anunciamos. Diz a escritura Sagrada: “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.” (Romanos 10.17)
Somente a graça de Deus, a disposição misericordiosa de Deus vir ao nosso encontro e fazer por nós o que nós não conseguimos fazer, pode nos dar vida e eterna salvação. Diz a escritura Sagrada: “E, se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça.” (Romanos 11.6)
Somente a fé em Jesus traz para a nossa vida todas as bênçãos que Jesus conquistou com sua morte e ressureição – perdão, reconciliação com Deus, vida eterna, paz, esperança, ânimo, força e tudo mais.  Diz a escritura Sagrada: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.” (Romanos 5.1)
Em Cristo, somos feitos novas criaturas, com novas vontades, novas palavras, novas atitudes. Aqui, sim, tem muito espaço para boas obras, atitudes de amor. Tudo para honra, louvor, glória e gratidão ao Deus da Graça, o qual nos dá tudo, e faz tudo por nós, sem nenhum mérito ou dignidade de nossa parte. (Efésios 2.8-10)
Amigo leitor, você tem uma Bíblia em casa? Com muita calma e atenção leia esta sagrada palavra. Como primeiro desafio, sugiro que você leia/releia o Evangelho de Marcos, e a carta de Paulo aos Efésios.  Veja o que de fato diz a Escritura Sagrada.
Que sua vida seja guiada por uma Bíblia aberta!
jnG