"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

O MORDOMO DE DEUS ADMINISTRA DONS E TALENTOS!


Estimados em Cristo Jesus.

Tendo em vista nosso estudo da mordomia cristã neste mês de novembro, relembrando que tudo o que somos e temos, pertence a Deus, e nós, como seus mordomos, administramos tudo o que Ele nos concede, inclusive nossos dons e talentos!

Mas o que são os dons e talentos? Os talentos, ou dons, são capacidades naturais e espirituais que Deus nos dá para que sejam utilizados “visando um fim proveitoso” como diz o apóstolo Paulo em 1Co 12.7. Ou seja, que sejam usados para a glória de Deus, para o bem-estar de nosso semelhante e para o nosso próprio bem-estar.

O apóstolo Paulo destaca bem o uso dos dons para a glória de Deus em Romanos 12.6: “Portanto, usemos os nossos diferentes dons de acordo com a graça que Deus nos deu”. Deus espera que seus filhos exponham seus dons e talentos para a sua glória e louvor!

O apóstolo Pedro também lembra que a administração de dons e talentos visa o benefício do próximo: “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus”. (1Pe 4.10) O amor fraternal deve ser o guia na hora de utilizarmos nossos dons e talentos! Somos desafiados a termos equilíbrio e não olharmos somente para cima e para baixo, mas olharmos para os lados também!

O rei Salomão, também, lembra a necessidade de administrarmos dons e talentos para nosso próprio bem-estar: “Cuida dos teus negócios lá fora, apronta a lavoura no campo e, depois, edifica a tua casa”. (Pv 24.27) Estas palavras parafraseiam a necessidade de cuidar dos negócios lá fora (administrar para a glória de Deus), aprontar a lavoura no campo (administrar os dons para o bem do próximo) e por fim, edificar a casa (administrar os dons para o próprio bem-estar)! Os dons e talentos com os quais Deus nos capacita, também devem ser vividos e praticados para nos causar bem estar, nos causar satisfação! Aqui entra uma palavra muito desafiadora: a palavra vocação! Dons e talentos tem a ver com vocação! Se cada um de nós, buscar o dom mais excelente e procurar vivê-lo também em termos de vocação, ou seja, fazermos aquilo que gostamos, estaremos investindo em nosso próprio bem-estar!

Conta uma pequena história, que uma mãe e um bebê camelos, estavam por ali, a toa, quando de repente o pequenino perguntou: - Mãe, porque os camelos tem corcovas?

- Bem, meu filhinho, nós somos animais do deserto, precisamos das corcovas para reservar água e por isso mesmo somos conhecidos e apreciados, por nossa grande capacidade de sobreviver sem água por vários dias.

- Uauuuu... mãe, que legal. E porque as nossas pernas são tão longas e as nossas patas arredondadas?

- Filho, elas são assim para que possamos caminhar sem muito esforço no deserto. Com essas pernas longas podemos nos movimentar melhor na areia do que qualquer outro bicho!

- Uauuuu... mãe, que legal. E os nossos cílios, porque são tão longos?

- Nossos cílios longos e grossos são como uma capa protetora para os olhos. Eles nos ajudam na proteção dos seus olhos quando atingidos pela areia e pelo vento do deserto, respondeu a mãe, toda orgulhosa.

- Mãe... se a nossa corcova é para armazenar água para cruzar o deserto, as pernas para caminhar através do deserto e os cílios são para proteger meus olhos do deserto, o que é que nós estamos fazendo aqui no zoológico?

Estimados irmãos e irmãs! Deus concede dons e talentos “visando um fim proveitoso” (1Co 12.7). Já identificaste quais são teus talentos naturais e espirituais? Tens procurado glorificar a Deus, cuidar de ti mesmo e de teus semelhantes através das capacidades que o Senhor te concedeu?
                    Deus quer nos ajudar a identificar nossos talentos e dons! Mais do que isso, o Senhor espera que estejamos envolvidos em sua obra, para glorificá-lo, para fazer o bem aos que nos rodeiam e para nos sentirmos bem! 
                                                                    Com carinho, pastor Valdir.

CARTAZ IELB 2014


DEUS É O DONO. O SER HUMANO É MORDOMO

                         
             Estimados em Cristo Jesus.

Nosso tema acima expressa muito bem a soberania de Deus e a nossa pequenez diante dele. Por isso a Escritura Sagrada relembra a importância da mordomia cristã, como a tarefa de administrar a vida, incluindo todos os recursos, dons, tempo e bens que Deus colocou em nossas mãos, conforme as palavras do apóstolo Pedro em 1º Pedro 4.10: “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus”. Despenseiro e mordomo são sinônimos usados por Deus para descrever os cristãos em sua tarefa como oikonomos (oikos- casa, lar família; nomos- lei, princípio, poder de legislar, de administrar). Neste contexto, despenseiro e mordomo, significam a mesma coisa. Pois o mordomo cristão tem um duplo objetivo em sua administração: Promover o seu sustento e bem-estar, bem como de sua família e seus semelhantes, bem como, promover a salvação das pessoas e a edificação do Reino de Cristo.
                   Dentro deste duplo objetivo, o que administramos como mordomos cristãos?
                   A explicação do primeiro artigo do Credo apostólico nos descreve muito bem o que administramos (p.93 – Hinário): Creio que Deus me criou a mim e a todas as criaturas; e me deu corpo e alma, olhos, ouvidos e todos os membros, razão e todos os sentidos, e ainda os conserva; além disso, me dá vestes, calçados, comida e bebida, casa e lar, esposa e filhos, campos, gado e todos os bens. A explicação do segundo artigo também destaca: Creio que Jesus é meu Senhor... me remiu... me resgatou... para que eu lhe pertença. E a explicação do terceiro artigo destaca os dons do Espírito Santo: me chamou pelo evangelho, iluminou com seus dons, santificou e conservou na verdadeira fé. Em resumo, a mordomia cristã envolve a administração de tudo aquilo que é material e espiritual. O correto conceito de mordomia cristã é de que tudo pertence ao Senhor. E a mordomia acontece quando os cristãos relembram que DEUS É O DONO E O SER HUMANO É MORDOMO!
                    Isto significa olhar para tudo o que somos e temos como dádivas, presentes de Deus, relembrar que ofertar nosso tempo, dons e bens ao Senhor, deve ser um ato de gratidão, visto como um privilégio, não como obrigação ou cobrança.
                    Por isso, durante este mês de novembro, estremos trabalhando este tema da mordomia em nossa comunidade. Fica nosso desejo de que todos participem, pois temos muito a aprender à luz da Escritura Sagrada e também, para nossas vidas de mordomos do Senhor.
                    Temos diante de nós a oportunidade de ajudarmos o Instituto Santíssima Trindade de Moreira com a arrecadação de alimentos, itens de higiene e limpeza neste mês. Não deixe de observar a lista de necessidades em nossos murais, pois assim também exercemos nossa mordomia cristã!
                                         Rev. Valdir Lopes Junior

CONGRESSO ESPORTIVO JOVENS - JELB - DH

 
No último final de semana ocorreu na cidade de Igrejinha, o Congresso Esportivo de Jovens do Distrito Hortênsias.
Nossa JULUCA participou em todas as modalidades, knips, pingue-pongue, volei e futsal. Foi um belo momento de integração, amizade e fortalecimento da comunhão cristã entre os jovens de nosso Distrito. Com alegria podemos dizer que em todas as competições realizadas, sobrou somente um cartão amarelo mostrado durante toda a competição, refletindo o desejo de todos de que as disputas fossem leais e o espírito de disputa fosse vivido sempre dentro do amor cristão. Nossos jovens conquistaram as seguintes premiações: 1º lugar no Volei Masculino e 3º lugar no ping-pong masculino. Além disso, nossos atletas conquistaram premiações destaque: Juliano Dreher Kuhn ficou com as medalhas de melhor jogador de vôlei e ping-pong e também a Bruna Port recebeu a medalha de goleadora no futsal feminino.
No entanto, o mais importante foi a união e o comportamento exemplar de nossos jovens, refletindo as palavras bíblicas de Eclesiastes 12.1: "lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade..."! Parabéns aos nossos jovens, pois deram um bonito testemunho dentro do Distrito! Parabéns a todos e um agradecimento especial aos pais que lá estiveram presentes apoiando nossa união juvenil, seja na torcida, seja no transporte para Igrejinha!
Um forte abraço,
Pastor Valdir Lopes Júnior
 

 

 
 
Veja mais fotos em:
 


NOVEMBRO - MES DA MORDOMIA CRISTÃ


Estimados irmãos e irmãs.

Alguns dias atrás via a seguinte frase escrita numa rede social: "Que novembro traga...dezembro na velocidade da luz!" A frase foi dita por um professor, que espera ansiosamente por suas férias desejadas. Sem dúvida alguma, o mês de novembro já nos direciona para o final do ano, na medida em que nossa cidade, nossas casas, a própria igreja já se mobiliza para as festas de final de ano, dentre elas, em especial, o Natal. Porém, novembro não pode ser esquecido na poeira da estrada. Temos um mês inteirinho para vivermos nossa fé e nos engajarmos cada vez mais na missão de levar "Cristo para  todos". Sendo este o lema da nossa IELB, não podemos ignorar os desafios que a mesma tem diante de si, e que consequentemente nós também temos! Pois novembro é considerado pela IELB, o mês da mordomia cristã. Sim, é um mês no qual nos dedicamos a reaprender o que significa ser um mordomo do Reino de Deus! Lembrando as palavras da terceira estrofe do hino 389 do nosso Hinário Luterano: "O tempo no entanto, a vida transforma, e os dias tão breves se vão qual vapor; com eles passamos, por isso nós somos apenas mordomos, dos bens do Senhor". Se os dias de novembro se "vão qual vapor", aproveitemos este mês em nossas reuniões de departamentos, os cultos, enfim, todas estas oportunidades para relembrarmos o que significa sermos "mordomos" de Deus no mundo em que criou.
Com carinho, Rev. Valdir Lopes Junior