"Mas agradeçamos a Deus, que nos dá a vitória por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. I Co 15.57"

ELEITOS POR DEUS!


Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus!
Neste domingo, nos dirigiremos às urnas afim de escolhermos nossos governantes municipais. Tivemos um bom tempo para refletir em suas propostas, acompanhar suas trajetórias políticas e tomar a melhor decisão diante das urnas.
Pois quando falamos de eleições da perspectiva bíblica, não há como não lembrar da palavra “eleitos”. Em Lucas 9.35 temos uma palavra dita por nosso Deus, onde Ele declara a respeito de Jesus Cristo: “Este é o meu Filho, o meu eleito; a ele ouvi. ” O Eleito de Deus fora enviado ao mundo a fim de governar céus e terra com toda a autoridade devida. Deus declara nele o seu “voto” a favor da humanidade mandando seu unigênito Filho!
Tempos depois, pela fé neste Salvador, o apóstolo Paulo também enfatizaria outra eleição em Cl 3.12: “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade. ” Eis também uma exortação dirigida a cada um de nós cristãos. Que honra podermos dizer que fomos “eleitos” por Deus para herdarmos o seu Reino, e consequentemente a salvação eterna. Esta eleição muda o destino de todo e qualquer ser humano, pois parte de um ato amoroso de um Deus rico em misericórdia, e em contrapartida, requer de nós vida santificada e dedicada a Ele!
Se nas eleições humanas, as escolhas nem sempre podem ser corretas, ou podem haver falhas, na eleição de Deus, desde a eleição do Salvador Jesus, até nossa “eleição” para salvação, Deus age de forma perfeita, resultando em nossa felicidade eterna.
Em mais uma eleição que se aproxima, rogamos que Deus abençoe nossas escolhas, para o bem de nossa cidade, e não esqueçamos de agradecer e viver sob a perspectiva de que Ele nos elegeu e nos salvou através do Senhor Jesus, o eleito, para nossa salvação. Amém.


                                                                 Com carinho, pastor Valdir.

O QUE SE LEVA DESTA VIDA É A VIDA QUE SE LEVA!




Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus!
O que se leva desta vida... é a vida que se leva! Imagino que em algum momento da vida, vocês já tenham ouvido esta frase! Ela é muito lembrada quando nos deparamos com a morte. Ali, quando presenciamos a partida de alguém, nos deparamos com a realidade da morte e com o fato de que, deste mundo, nada levamos conosco! Pois esta frase de Antoine de Saint-Exupéry parece que resume bem o sentido do alerta que Jesus faz para os cristãos diante do apego às riquezas! Em Lucas 16.13 Jesus declara: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” Jesus estava apontando para uma realidade bastante comum na sociedade em que vivemos. Muitas pessoas tem se apegado àquilo que possuem com o propósito de se auto afirmarem, ou ainda para conservar o “status” a posição social de que desfrutam. Entre os líderes judeus, por exemplo, a riqueza era relacionada com a bondade. Ou seja, quantos mais rico se era, mais bondosa esta pessoa seria. Há algum problema com uma pessoa bem sucedida financeiramente? É pecado ser rico? De forma alguma. O grande problema reside no fato de que muitas pessoas bem sucedidas financeiramente, acabam afastando-se de Deus. Pelo fato de terem conforto, de terem suas necessidades materiais atendidas, acabam deixando Deus de lado! Aliás, ao dizermos que “o que se leva desta vida, é a vida que se leva”, uma pergunta é crucial: Que tipo de vida temos levado? Será que muitas vezes a preocupação com o material, com as riquezas, não tem tomado o nosso tempo e feito com que não tenhamos tempo para Deus? Jesus é bem claro no seu alerta. Não quer que não tenhamos o necessário para a vida, mas chama a atenção para o fato de que é importante ter equilíbrio, em ter o que se precisa, para que se usufrua do que se tem, com a consciência de que daqui nada se leva! Eis o alerta do Salvador Jesus neste sentido, afim de que estejamos conscientes desta verdade. Portanto, trabalhe para seu crescimento, adquira as coisas com consciência, mas nunca permita que suas aquisições tomem o lugar de Deus em sua vida, pois afinal de contas, “o que se leva desta vida é a vida que se leva”. Que possamos leva-la crendo no Salvador Jesus!
                                                                 Com carinho, pastor Valdir.

MOSTREMOS VALOR, CONSTÂNCIA, NESTA ÍMPIA E INJUSTA GUERRA!


Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus!
Mais um 20 de setembro se apresenta para o povo gaúcho! Uma data significativa porque destaca um pouco da história e da luta de um povo que estava insatisfeito com a situação político-econômica que enfrentava! Uma situação nada diferente da que enfrentamos atualmente, não é?
Coincidências a parte, nesta época, geralmente o trecho do hino rio-grandense que mais recebe destaque é: “sirvam nossas façanhas, de modelo a toda terra! ” Inclusive, por causa desta ênfase muitas vezes os gaúchos acabam levando a alcunha de “bairristas”, pois afinal de contas, “se acham melhores do que os outros”. Talvez esta seja uma realidade presente! Mesmo que se saiba que nosso Rio Grande do Sul não seja hoje nem sombra do que era alguns anos atrás. Pois não é de se estranhar essa postura um pouco bairrista, pois o próprio ser humano é assim! Por causa do pecado, o ser humano, além de afastar-se de Deus, passou a adotar uma postura orgulhosa. Salomão já dizia: “Olhar altivo e coração orgulhoso, a lâmpada dos perversos, são pecado. ” (Pv 21.4) O ser humano é a todo momento tentado a orgulhar-se de seus feitos, o que o faz muitas vezes extrapolar os limites, não somente no seu relacionamento com outras pessoas, mas especialmente no relacionamento com Deus.
A boa notícia, é que existe uma saída. O apóstolo Paulo declara para nossa tranquilidade: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo;” (Rm 5.1) Adotar uma postura de humildade e dependência de Deus nos faz perceber o presente que nos foi dado por Ele: a salvação em Cristo Jesus! Temos, assim, oportunidade de, alimentados por sua palavra e sacramentos, persistirmos na fé salvadora vivendo uma vida de fé e comunhão que resulta em boas ações e testemunho. Talvez, esteja aí também uma bela analogia e incentivo ao povo gaúcho. Diante de um cenário político e econômico tão difícil, antes de “colocar as façanhas como modelo a toda terra”, talvez seja necessário “mostrar valor, constância, nesta ímpia e injusta guerra”. Em termos espirituais Cristo já nos deu a vitória, em termos humanos e sociais, teremos oportunidade de fazê-lo tomando sábias decisões no próximo 2 de outubro. Que Deus abençoe nosso estado em mais um 20 de setembro!

                                                                 Com carinho, pastor Valdir.

CULTO 100%!


Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus!
No último final de semana, tivemos o privilégio de adorarmos ao nosso Deus de casa cheia! Uma grande mobilização foi feita para que este culto especial acontecesse. O departamento de servas, além de sua reunião semanal, conduziu o momento de confissão de pecados através de um jogral responsivo com a congregação. O departamento de leigos, além de fazer a recepção dos que chegavam para o culto, conduziu as leituras bíblicas. Os jovens, apresentaram um teatro que já havia sido apresentado no congresso cultural e voltou a ser preparado para ser encenado neste culto. Além disso, também se dedicaram a parte musical através da banda que conduziu nosso louvor! As crianças, trouxeram músicas que falavam de como precisamos de Cristo e da alegria de poder vir a casa de Deus e encontrar a “igrejinha de torre levantada com uma grande ‘gentarada’”! Tudo isto, coroado com a recepção de novos membros que após uma série de estudos, ingressaram em nossa comunhão como congregação, dando testemunho público de sua fé!
Vejam quantas bênçãos e privilégios Deus tem derramado em nossa congregação. O esforço destes departamentos conjugado ao esmero de nossa diretoria em visitar famílias e se disporem a conduzir a congregação mostram que temos sido muito abençoados! Desde a pia batismal, até o fim da vida, Deus tem dado oportunidades em todas as faixas etárias de servirmos com alegria sob suas bênçãos!
Como é bom lembrarmos as palavras do salmista: “Sabei que o Senhor é Deus; foi ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do seu pastoreio.” (Sl 100.3) Sabermos que somos rebanho de Deus, nos dá segurança e alegria, pois sabemos que neste mundo não estamos sozinhos!
Sendo assim, que possamos nos esforçar para que o culto não esteja somente 100% em número (o que é muito importante), mas 100% de coração, envolvidos nesta congregação que não é propriedade humana, mas pertence ao nosso Deus!
Vem aí mais uma grande oportunidade de viver esta realidade através da comunhão e convívio em congregação. No próximo domingo, dia 18/09, teremos nosso culto gauchesco e almoço de integração. Entre os dois eventos, momentos de comunhão e descontração através do convívio como família da fé. Não perca estas oportunidades, venha participar conosco!

                                                                 Com carinho, pastor Valdir.

MAIS DO MESMO!?!?!?!



Queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus.
A semana que passou foi bastante turbulenta para todos os brasileiros. O julgamento do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Roussef escancarou o cenário político que vivemos, e em última análise, demonstrou a miséria humana na sua face mais crua possível. Politicamente falando, ao passo que se digladiavam na tribuna, nos bastidores acusadores e acusados tramavam decisões que dali a alguns momentos seriam efetivadas no plenário. Obviamente que vivemos numa democracia onde é perfeitamente possível discordar-se de ideias e viver num clima fraterno. Porém, os “conchavos” firmados nos bastidores e efetivados ao dividirem a votação do processo em duas, uma sobre o impeachment e outra sobre o impedimento político, abriu uma grande brecha para que políticos corruptos pudessem escapar da condenação plena e poderem no futuro, em curto prazo, ocuparem alguma função pública. Diriam alguns que este é o famoso “jeitinho brasileiro”, pois afinal de contas, perde-se num lado, mas ganha-se noutro. A grande verdade é que estas situações escancaram a miséria humana demonstrada em sua decadência moral. Afastado de Deus, ele procura sempre “ajeitar as coisas” da maneira mais confortável, mais cômoda para si mesmo. Talvez seja este ponto de vista que tenha levado o apóstolo Paulo a escrever aos tessalonicenses: “Pois a nossa exortação não procede de engano, nem de impureza, nem se baseia em dolo; pelo contrário, visto que fomos aprovados por Deus, a ponto de nos confiar ele o evangelho, assim falamos, não para que agrademos a homens, e sim a Deus, que prova o nosso coração.” (1 Ts 2.3-4) O apóstolo Paulo escrevera estas palavras procurando defender o seu ministério diante de judeus que se opunham ao evangelho, e que passaram a atacá-lo espalhando rumores que colocavam em dúvida  suas intenções e conduta. Paulo então aponta para sua responsabilidade diante de Deus! É Ele quem prova seu coração! Diante do Senhor não havia espaços para desejos egoístas e individualistas. Aliás, se nossos líderes políticos lembrassem de que o Senhor Deus é quem está no comando, procurariam agir não de acordo com seus instintos, desejos e aspirações pessoais, mas agiriam de acordo com a sua vontade, a qual não dá espaço a qualquer espécie de “jeitinho”! Nestes tempos de tantas incertezas, enquanto olhamos para o cenário político de nosso país que demonstra ser “mais do mesmo”, oremos para aquele que prometeu estar ao nosso lado em toda e qualquer situação, Jesus Cristo, afim de que vençamos as dificuldades como cidadãos, como congregação e como nação!
Com carinho, pastor Valdir.